top of page

BECO DOS POETAS Nº 7 — 24/03/2022

Sinta, respire, conheça a poesia de: Regina Prado, Stella Gaspar, Sidnei Capella, Rick Soares, Ayadittrich e José Juca.

Leia, Reflita, Comente!


Luiz Primati




MALUCA REFLEXÃO

por Regina Prado


Somos será apenas números

E não nos damos conta?

Imaginamos, na vã inocência

Que temos nossa importância.


Porém, não se enganem

Nesse mundo transviado

Enquanto temos serventia

Estamos bem colocados!


Então, até quando?

Essa transloucada sociedade

Tão exclusivista, impiedosa

Mas sempre chamando liberdade


Em meu pensamento intimista

Ainda acredito na pura essência

Que cada indivíduo pode ofertar.

Recuso acreditar só ser conveniência


Simples, somos cidadãos humanos

Creio então num puro sentir

Impossível não retribuir, não amar

Ou sou eu que estou a me iludir?


E nessa reflexão maluca

Onde creio em melhores dias

Suponho, aqui agora

Viver cada minuto em harmonia!


Recuso-me então acreditar

Que sempre deixamos algo marcado

Nem que for um sorriso roubado

Ou meu pensamento está equivocado?



MENTE SÃ

por José Juca


Na busca incessante de meu poema, o encontro desencontra harmonia…

Uma mente difusa inquieta, não dá margem a calmaria.

Pensamentos se atropelam…

Sob horário de pico neuronal, um tsunami cerebral atomiza ordem.

Fragmentos requerem compostura…

O papiro é sonho passado, pena e papel é concórdia a ação.

A poesia, a nascer… É guerra desarmada em luta declarada!

O poema não apaixona o artista…

De interior em “alto aceitação”... Aceitação que não confunde o ser!

Arte conclusa! Senão a reolhar…

Revista infinita a palavra, não dita…

Ao caractér que eterniza a lousa…

Ao post que assenta ao olhar alheio…

Ao poeta não agrada a arte final!

A calma se faz ao instante ido…

Nova lousa se firma ao tempo de escrever,

E a história se encaminha a rotina do dia,

Ainda não há paixão ao texto nascituro,

Nem calmaria a mente que cria…

O amor é infinito ao ato de escrever!

De criar, pesquisar, mexer e remexer…

Na palavra confusa e texto caótico,

A realização e satisfação somente a produzir.

No instante presente compartilha-se a angústia,

com um ente querido de sabedoria e astúcia…

A vida é um dilema ao ignorante doravante aspirante…

Que da arte serve-se ao viver,

Ao estímulo caminhar em orto incógnito,

A fé que não realiza…

Ardor que não cala a mente sob emplastro.



SER A TUA ESCOLHA


por Stella Gaspar


Para que até as fronteiras mais distantes

Fiquem perto de meu coração

E sorrindo eu chegue a ti Me escolhes ainda que calado

Mas sem limites para amar Perfuma-me com as tuas flores

De tuas fantasias. Me escolhes da forma que quiseres Eu irei para onde desejares.

Quero estar contigo Eu te escolhi antes de te dizer

Que em todas as minhas vidas

Amarei-te e a ti dedicarei

A minha alma guerreira.


O mar não tem fim. Me escolhes para que eu seja a tua companhia. Como a música de um piano.

Que toca a melodia

De nossos lábios

Em bailes de beijos.

Quero ser teu agasalho de frio Pois, hoje, é aquele dia em que tudo pode ser. A luz da noite nos encontrará sedutoramente entregues E para ti, meu amado.

Darei o sabor de minha euforia

Com a loucura de nossa grande paixão Deixando a noite e o dia enlouquecerem.

Que a geometria se encarregue

De preencher nossos corpos

Que se banham de vigor

E bálsamos de horas intermináveis

No esplendor de nosso amor.




QUADRILHA


por Rick Soares


João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que amava a si.


Joaquim tentou amar Maria que tentou amar Raimundo que tentou amar Teresa que tentou amar João que cansou de procurar alguém e aprendeu amar a si, conheceu Lili e casaram-se.


"Releitura do poema genial "Quadrilha" do mestre Carlos Drummond de Andrade"



EU E A POESIA


por Sidnei Capella


Sinto o coração à pulsar,

vou palavreando no papel

com a caneta apoiada no anel

hipnotizado em frente ao mar.


Estou largado sobre a areia,

olhando o rolar das ondas

o imaginário vem, me sondas

minha mente que, devaneia…


Surgem Bonitos e longos versos.

Sensibilidade que, me comove!

Aparecem algumas estrofes.


Pensando no vasto universo…

Concretizo o texto de minha autoria.

Ao vento finalizo a minha poesia!




EU


por Ayadittrich


Eu...

Às vezes eu quero tudo...

Tudo o que quer uma mulher

normal, como sou, sou?!?

Enfim…

Quero… dormir sem hora para acordar,

Quero... comer todos os chocolates, que tiver vontade, sem aquele peso na

"com" ciência, kkk

Lavar os cabelos, colocar minhas pantufas de orelhinhas, um pijama de algodão macio, do tipo que te abraça, depois de um dia estafante e interminável...

Ou não.....

Talvez eu, hoje, queira um banho perfumado, camisola com robe de cetim ou seda com guipir, hidratante champanhe com morango (as meninas conhecem)...

Agora...

Sinceramente...

Confesso, não posso negar...

Nada superaria, um longo e silencioso abraço acompanhado de carinho e atenção...

e aí talvez, quem sabe, dormir agarradinha com um certo alguém...

Seja como for...

Eu quero

Às vezes eu quero!!




NOSSOS COLUNISTAS


Da esquerda para a direita: Stella Gaspar, Regina Prado e Rick Soares. Depois Sidnei Capella, Ayadittrich e José Juca.

65 visualizações9 comentários

Posts recentes

Ver tudo

9 comentarios


joanapereira.ft
joanapereira.ft
28 mar 2022

Vocês são top! Não tenho palavras! Parabéns!

Me gusta

jusejuca.ps1502
jusejuca.ps1502
27 mar 2022

A todos poetas, meu carinho e minha admiração! Cada dia de leitura, um aprendizado a mais... Além de inspiração para novas criação. Parabéns por tão belas produções. Uma a um , tudo muito intimista, tocando ao coração, a flor da pele, e que reine o amor e a poesia.

Me gusta

sidneicapella
sidneicapella
24 mar 2022

Parabéns! Regina, Stella, Rick , Juca e Aya.

Belos Textos!

Obrigado! Valleti Books, por proporcionar este momento mágico.

Me gusta

Luiz Primati
Luiz Primati
24 mar 2022

Esses poetas acordam cedo, ou será que nem dormem? Acho que vou começar a publicar as 6 da amanhã... rssss


Belas poesias para encantar as manhãs de quinta.

Me gusta
Stella Gaspar
Stella Gaspar
24 mar 2022
Contestando a

Luiz, e aqui hoje amanheceu chovendo e frio, um convite para ficar na cama, mas o Beco dos Poetas acorda meus sonhos e vou em busca de mais, com essas lindas poesias!!! 😍

Me gusta

Carlos Palmito
Carlos Palmito
24 mar 2022

Regina Prado - É, o mundo em que vivemos está mesmo nesses moldes, cabe-nos a nós lutarmos para não sermos meros números.


José Juca - A mente sã vem mesmo da insanidade da mesma, pelo menos é como eu encaro.


Stella (Maris) Gaspar - Ser a escolha de quem já foi escolhido, amor correspondido, não é o melhor do mundo?


Rick Soares - essa quadrilha em si, fala de amores não correspondidos... por curiosidade fui ver a original :)


Sidnei Capella - Cuidado com o mar, e o anel, pode sair do dedo, perder-se na areia, e... depois?


Aya Dittrich - Apenas às vezes?


Foi um prazer ler-vos com o meu café da manhã. Abreijos

Me gusta
sidneicapella
sidneicapella
24 mar 2022
Contestando a

Grande, Amigo Palmito!

Só não posso perder a caneta. kkkkkk

Me gusta
bottom of page