top of page

SEGUNDA CONCRETA Nº 17 — 08/08/2022

Atualizado: 14 de ago. de 2022


Semana Começando.

Segura Cachorro.

Solta Cabelo.

Sacode Coberta.

Seja Coerente.

Senta Cadeira.

Segura Celular.

Se Concentra.

Segunda Concreta.

Senha Cadastrada.

Somente Comente.

Somos Carentes.

Somos Criativos.

Sempre Concretos.


Esse é o espaço para os POETAS CONCRETOS mostrarem seu trabalho.


Todos que quiserem participar desse caderno, favor contatar Juliano Nunes que é o curador desse espaço.


Apreciem a arte! Comentem!


Luiz Primati


 

POETA

JULIANO NUNES


Nascido em Belo Horizonte em 16/09/1989. Aos 8 anos descobriu a paixão pela poesia, parou com 16 anos, pois entrou para a área das exatas, também amava matemática. Estudou Engenharia Mecânica na Universidade Federal de Minas Gerais. Através dela, fez intercâmbio (Programa Ciência sem fronteiras) e morou na Alemanha durante um ano e meio. Ainda durante a universidade foi diagnosticado com transtorno bipolar. Devido a um longo sofrimento, e por tentar aliviá-lo, o seu poeta interno se libertou. Acordou em uma madrugada de terça-feira doido para escrever poemas. Fez e não parou mais. Voltou a fazer poemas líricos, mas dois meses depois já descobriu a sua maior paixão: a poesia concreta.

 

ALIVIAR


SONHO


 

POETA

STELLA MARIA GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

A FOLHA


 

POETA

PAULA VALÉRIA ANDRADE


Paula Valéria Andrade é poeta, escritora, professora, diretora de arte e artista audiovisual. Publicou mais de 20 livros de poesia, arte-educação, didáticos e livros infantis. Seus recentes livros são “Seios da Face” e o projeto transmídia: "O novo no ovo". Prêmios literários na Itália, Portugal, EUA e Alemanha, e os nacionais: Jabuti, UBE, PROAC-SP e APCA. Idealizadora do coletivo #FemininoInfinito.

 

LOVE LIKE LIVE


TODA FORMA DE AMOR


 

POETA

ANNE COURTOIS


Anne Courtois se formou e iniciou seu trabalho artístico na França nos anos 90. Radicada no Brasil desde 1995, suas obras surgem da confluência entre situações da vida privada e acontecimentos sociais. A artista explora a plasticidade de objetos e palavras interrogando de forma provocativa a ordem corriqueira das coisas. Integrou o Núcleo de Poesia Expandida da Casa das Rosas em 2018, participando desde então de intervenções performativas de forma individual ou coletiva, e de feiras de publicações independentes. É Mestre em Poéticas da Visualidade (2022) e Pós-graduada em Arteterapia (2021) pela UNESP/SP.

 

ACASALAR


A CASA LAMENTA


 

POETA

DAN PORTO


Dan Porto publicou 'Pequeno Manual do Vestibular' (2009), 'Raridades' (2011), 'Viver e ajudar a viver' (2014), Série Poética: 'Just it' (2015), 'Carménère' (2015), 'Xilema' (2015), 'Invasão Poética' (org., 2016), 'A cura da Aids' (2017), 'tempo de ninguém' (2022), além de textos avulsos em jornais e revistas de literatura. Criador do Transtexto, técnica de criação poética experimental.

 

TRANSTEXTO nº 51


TRANSTEXTO URBE


 

POETA

LUCAS LIMA GREGÓRIO


Pensar e fazer poesia passaram são meus principais meios de passar o tempo desde que li os poemas 'O açúcar' de Ferreira Gullar e 'Madrigal Lúgubre' de Carlos Drummond de Andrade nas aulas de português do ensino fundamental. Desde então minha vida é ir passando de autor em autor aprendendo uma coisa ou outra sobre o escrever. Absorvo o que eu gosto e vou testando do meu jeito. Um grande marco na minha vida foi descobrir a poesia de João Cabral de Melo Neto. Atualmente faço uma graduação em letras na UFS.

 

AUTÓPSIA I


AUTÓPSIA III


 

POETA

LUCIANO SANTA BRÍGIDA


Escrevo poesia e ficção em diferentes gêneros, com paixão especial pela ficção científica. Minha arte tem influência da cultura amazônica, em especial do nordeste paraense, onde nasci e vivi até meus 25 anos. Escrever e publicar histórias sempre foi um sonho desde a adolescência. No tempo livre, me dedico a estudos de inteligência artificial e exercitar meus talentos musicais.

 

APROXIMAVA

BRASAS


 

POETA

FÁBIO NAVARRO


Escritor de supostos poemas nascidos n’um domingo de setembro cinza na cidade de Jaú. Escreveu contos e crônicas nos sites de cultura na internet e publicou dois livros e um zine de forma independente. Todos em seu site, https://www.fabionavarrobiazetti.com.br/. Atualmente dedica-se a estabelecer ligações entre palavras, tecnologia (usando softwares e programação), sons e cores, relacionado seus resultados à existência (criticando ou buscando evolução), assim como conectar suas experiências ao mundo que o cerca.

 

DESTROÇOS

POÇO


 

84 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Stella Gaspar
Stella Gaspar
Aug 09, 2022

Parabéns por suas criativas e bonitas poesias concretas! 😍

Like
bottom of page