top of page

BECO DOS POETAS Nº 21 — 23/06/2022

Poderosos poetas e poetisas, palavras que marcam, que emocionam, que não se calam... e fazem-nos sorrir!

Leia, Reflita, Comente!


Luiz Primati





VIDA REAL


por Alessandra Valle


Acorda cedo.

Precisamos trabalhar.

Arruma filho e leva para estudar.

Sem esquecer da marmita,

Daqui a pouco é hora de almoçar.


Um café de tardezinha.

Quase hora de ir embora,

Voltar e arrumar a casa,

Vida sofrida essa de dona de casa.


Antes fosse só isso.

É isso e muito mais.

Estresse no trabalho,

Gasto extra com remédio.

Essa vida nunca é tédio.


Quem dera viver só de livros,

Escrever, publicar,

Vender e ganhar.


Mas, quem espera sempre alcança.

Mentira deslavada.

Quem realmente quer, avança.

Toca em frente,

Porque atrás vem gente.




RECOMEÇO


por Wanda Rop


Encantamento gostoso de amor

No toque de suas mãos, o calor

Sinto que a chama da paixão ressurgiu

A tristeza, desorientada, partiu


Há tanta alegria em meu ser

Ao seu lado aumenta o meu querer

Envolta em seus carinhos deliciosos

Na tentação de seus abraços carinhosos


Entrego-me aos encantos voluptuosos

Sensação de que, lá fora, nada mais existe

Somente nossos sentimentos persistem


Ao seu olhar, sou obra de arte deslumbrante

Seus beijos, quentes e gostosos, impulsivos...

Na penumbra aconchegante, corpos lascivos




LONGE OU PERTO...


por Stella Gaspar


Não importa se é dia ou se é noite

Se for dia, eu nem sinto as horas passarem.

Se for noite, não importa.

Porque o amor está no meu sono.


Longe ou perto...

Uma distância apenas geográfica

Perto ou longe não importa

Você é o meu destino

Naturalmente me lembrando

Que o amor me fez te encontrar.


Contigo, encontrei o verdadeiro significado do que é amar.

Sinto-me, constantemente em tua companhia.

Sentindo que as nuvens

Que te abraçam me abraça.


John Lennon afirmou palavras lindas

"Não importa quem você ama,

Quando você ama ou como você ama.

Importa apenas, que você ama."


O amor não tem medo das distâncias

Ele é tão forte, como uma fonte.

Inesgotável de inspirações.


Não tem tempo e nem meio tempo

O amor é inteiro e verdadeiro

É o longe e perto

O mais afetuoso de todo o mundo.


Somos inseparáveis

Você sabe provocar a minha admiração

Tudo aqui está exatamente como você deixou

Agora você voltou

E nem sabemos o significado

De longe ou perto

Que maravilha

O amor cor-de-rosa nos espera.




AUSÊNCIAS


por Lina Veira


Ah se meus suspiros chegassem aos teus ouvidos

Atormentado de penas e zelos

De queixumes e ciúmes

Penas deixadas por tuas  mãos

lavadas pelo  vento  das  chuvas de ausências 




AS QUATRO ESTAÇÕES


por Paulo de Brito


O meu amor possui as nuances distintas que representam as quatro estações.


Tem o frio do inverno, a nostalgia do outono, as cores vibrantes da primavera e a magia do verão.


O amor, um dia me visitou. Bateu à porta, pediu licença e entrou.

Conversou um pouco, contou segredos e eu sorri.


Mas um belo dia, se despediu e  partiu.

E nesse dia, se fez inverno, pois vi ruir, os doces planos que criei.

E as certezas, se fizeram enganos.


A primavera se fez presente e eu dolente, nem percebi.

Veio o verão e o meu coração nem quis saber.

No outono triste, eu observava a natureza mudando o ciclo.

Se despia das folhas alaranjadas que um dia a fez brilhar, mas que agora são só saudades.


Mas, apesar de tudo, me inspirei e pensei: - Eu também posso me reinventar como as estações.


Lembro-me bem daquele dia,  o outono findava e para o inverno ele entregava todo o processo de evolução.


E foi assim, que de repente, em minha frente, você parou.

Encantei-me, e confesso, me assustei!


Desde então, meu coração, deixou as folhas secas partirem e coloriu-se com as cores da primavera, com o aconchego do inverno, e com o calor do verão que emanava do teu corpo e da tua pele.




SÓ QUER AMAR


por Sidnei Capella


Ele só quer amar

Sentir a brisa do mar

No final da tarde deitar

Respirar e pensar…

Que mais um dia findou

O que foi ruim, passou

O que foi bom, alegrou

Feliz, quando contemplou…

O azul do céu

No sim ou no não, analisou

No semelhante, pensou…

Ele só quer amar

Deixa-o meditar…

Sentindo o vento soprar

As folhas das árvores balançar

Deixa-o sonhar…

A alma, flutuar…

Deixa-o amar.




VÍCIO


por Miguela Rabelo


E assim,

Você é:

Pretim, quentim

E gostosim.


Sem você,

meu dia

Arastado fica

Sem cor e ânimo...


Minha cabeça pesa

E meu coração pende...

Pela falta de você.


Por isso, te peço

Meu cafezim:

Não se esqueça de mim.




ENIGMA

por Regina Prado


Quantas falas

No meu silêncio,

Quantas lágrimas

Em meu olhar,

Quantos passos

No meu caminho,

Quantas letras

No meu cantar,

Coração alça vôo

Porém meus pés

Fincam no chão,

Caminham vezes perdidos

Apesar do coração,

Este luta bravamente

Deixa a alma respirar,

Aperto premente no peito

Que vontade de gritar!




AOS OLHOS DO MUNDO


por Júlio César Barbosa


Aos olhos do mundo

Eu sou pó.


Aos olhos do mundo

Sou grão.


Aos olhos do mundo

Sou pedra, montanha e aluvião.


Aos olhos do mundo

Sou vento.


Aos olhos do mundo

Nem existo.


Aos meus olhos, o que vejo?

Que grito,

Insisto,

Invisto,

e resisto... aos olhos do mundo.




ÁGUAS PASSADAS


por Ayadittrich


Sentei-me sobre as memórias

e tratei logo de avisá-las...

Hoje não... não tenho tempo!

Calma, deixa eu explicar:

É que memórias, quando querem, sabem bem como maltratar...

Chegam sem hora marcada

Deixam a porta escancarada

e pronto, está feita a maçada...

Tudo bem, que nem todas as memórias

pesam tanto assim...

Mas, cá para nós, se viraram memórias, melhor que

fiquem por lá.

Como dizia meu velho pai:

"Águas passadas não movem moinhos..."

Agora pronto... vê só se eu não tinha razão?!

As, espertinhas, com ares de dona explicação, chegando só para assaltar meu coração...

Ah! Mas hoje não!

Melhor fechar essa porta.




ANSEIOS


por Lucélia Santos IG: @poetisafalandodeamor


É teu ombro que meu corpo almeja

É um querer sem sonhar

E no fogo do amor acreditar

Na chama onde aquece a certeza


Para desnudar teu íntimo anseio

Revezar contigo tanto amor

E do teu beijo sentir o sabor

E viver assim os meus devaneios


Ao nascer o sol e ao se pôr

Ter a certeza que o tenho

E em poesia te desenho

Eternizando nosso amor.




SOU FILHO


por José Juca


Sou filho do sol

Sou filho do vento

Sou filho da lua

Sou filho das flores

do néctar

Sou filho da macieira

das plantas

do pomar

da videira

Sou filho do mar

Dos rios

E lagos

Da geleira

Da cordilheira

Sou filho da fauna

Do leão

Ao beija-flor

Sou filho do bem

Da natureza

Do caráter

Sou filho de homem

Da mulher

Da prostituta

Sou filho do hétero

Do homo

Do bi

Sou filho do negro

Do pardo

do amarelo

do branco

Sou filho do preconceito

Do sem conceito

Sou filho de Gana

Da Ásia

De Americano

Sou filho do sentimento

Filho da dor

Do sentimento sem razão

Da paixão

Sou filho do...

AMOR...




NOSSOS COLUNISTAS


Da esquerda para a direita: Sidnei Capella, Paulo de Brito e Stella Gaspar. Depois José Juca, Júlio Barbosa e Regina Prado. Depois Alessandra Valle, Lucélia Santos, Wanda Rop. Por último: Miguela Rabelo, Ayadittrich e Lina Veira.

42 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo

5件のコメント


luceliags5
luceliags5
2022年6月28日

Poemas lindos!!! Parabéns

いいね!

Stella Gaspar
Stella Gaspar
2022年6月24日

Um Caderno que me leva ao paraíso da beleza na paz. Amei suas poesias, as escutei duas vezes e ainda escutarei mais. Beijo nos corações 😍😘

いいね!

sidneicapella
sidneicapella
2022年6月23日

Parabéns, a todos poetas e poetisas que, compõem este caderno maravilhoso! Sou grato a Valleti Books, por ceder está oportunidade de escrita e, declamação pelo podcast.

いいね!

Carlos Palmito
Carlos Palmito
2022年6月23日

Tanta gente linda aqui


いいね!

Alessandra Valle
Alessandra Valle
2022年6月23日

Todos lindos. Minha leitura do dia, antes mesmo de preparar o POST para publicar no IG da Valleti Books. ❣️✍️📚 Agradeço a oportunidade.

いいね!
bottom of page