top of page

TODAS AS FÊMEAS QUE ME DOMINAM Nº 5 — 01/04/2022

Atualizado: 15 de abr. de 2022

As mulheres parecem que estão ligadas nos 220 volts, devido a tantas coisas que pensam, falam, fazem. Eu me canso só de olhá-las. Às vezes exageram um pouco e só outra mulher para entendê-las.


Leia, critiquem, comentem!


Luiz Primati




TODAS AS FÊMEAS QUE ME DOMINAM

por Luiz Primati


MULHERES ESTRESSADAS


Hoje tive que fazer um exame de rotina. Marquei o primeiro horário para ser atendido mais rápido. Era às 8:00h o exame e às 7:45h estava aguardando alguém chegar e abrir a clínica. Sorte minha que não havia ninguém. Seria tranquilo — pensei. Não foi assim.


A atendente responsável por abrir a clínica chegou apenas às 7:55h e logo que abriu, entrou uma mulher negra, idosa, que me seguiu. Ficamos aguardando sermos chamados. Logo outro senhor apareceu e sentou-se ao nosso lado, aguardando a vez. Aquilo não era o que eu esperava, mas até então estava sob controle.


Quando o relógio marcou 8:00h, apareceram diversas mulheres, do nada, e se apinharam no balcão, querendo ser atendidas de pronto. Isso começou a me deixar ansioso e irritado, mas mantive a postura. Duas delas deixaram seus pedidos de exame e sentaram-se aguardando serem chamados, mas aquela loira, de cabelo preso ao topo da cabeça, calças leg, preta, não estava ali para brincar.


— Por favor, preciso de um ultra-som para o meu pai — disse a loira-coque-calças-leg-preta.


— Para quando? — perguntou educadamente a atendente.


— Para agora! É urgente! — disse a loira-coque-calças-leg-preta.


— Impossível! Estamos com os horários tomados — respondeu a atendente sem mover as sobrancelhas.


— Por favor, preciso mesmo — implorou a loira-coque-calças-leg-preta com voz insolente.


— Verei se consigo encaixar, mas tem que estar de jejum. Ele está? — questionou a atendente.


— Claro! Está sim! — afirmou apressada a loira-coque-calças-leg-preta-insolente.


— Bem, deixe eu ver um horário para você…


— De quantas horas é o jejum? — perguntou a loira-coque-calças-leg-preta-insolente com ligeira dúvida na voz.


— Se fizermos o exame agora cedo, são necessárias 8 horas de jejum. Se for após o almoço, 6 horas — olhou a atendente e sorriu.


— Oito horas, é? Hum! — falou a loira-coque-calças-leg-preta-insolente-voz-com-dúvida enquanto desmanchava a pose de insolente.


— Sim! Ele não está? — questionou a atendente.


— Não! Ele comeu hoje as 6:00h da manhã — disse a loira-coque-calças-leg-preta-voz-com-dúvida agora com a voz mansa e sentimento de culpa.


— Você tinha me dito que ele estava de jejum… — cutucou a atendente.


— Eu falei, mas havia me esquecido… — disse a loira-coque-calças-leg-preta-voz-mansa-sentimento-culpa. — Veja se consegue um horário após o almoço.


A conversa estava ficando interessante. Eu pensava: “Vai atendente, dá um soco no fígado dela agora”. “Tomou loira-coque-calças-leg-preta-voz-mansa-sentimento-culpa-arrogante!”. Entretanto, uma mulher chamou o meu nome e perdi o resto da conversa. Quando saí do exame ela desaparecera.


Agora só me restava aguardar o laudo do médico, embora ele já tivesse me adiantado que nada havia de anormal. Fiquei ao celular aguardando. E as surpresas não parariam por aí.


Quando o relógio marcava 9:10h e meus pés já martelavam o chão impacientemente, surgiu outra mulher apressada. Colocou sua bolsa de grife sobre o balcão, com uma pasta e pediu um minuto para a atendente e foi tomar um copo de água. Após recobrado o fôlego, foi até o balcão falar com a atendente. Sua barriga avantajada indicava uma gravidez, no entanto, poderia ser gordura, doença ou até relaxo.


— Benhê, tenho um ultra-som às 9:15h. Quase perdi a hora — disse a mulher-barriga-d’água.


— É hoje? — perguntou a atendente surpresa.


— Sim, agora! — resfolegou a mulher-barriga-d’água-surpresa.


— Não estou encontrando nenhum exame aqui para você… — comentou a atendente.


— Mas como? Recebi a vossa ligação ontem, dizendo ser hoje as 9:15h — disse se irritando a mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada.


A atendente olhava para o papel do exame, olhava para a mulher e tentava manter a postura.


— A senhora se lembra do número de telefone que ligou para a senhora? — questionou a atendente.


— Como assim? Vocês que me ligaram… — disse já sem calma alguma a mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada-sem-calma.


— É que não ligamos, pois, nem trabalhamos ontem. Foi domingo e mesmo a internet dizendo que trabalhamos 24 horas, isso está errado — disse a atendente tentando acalmar os ânimos da mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada-sem-calma.


Num relampejo de sanidade, a mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada-sem-calma-na-dúvida perguntou:


— Aqui não é a Tomocentro?


— Não! Aqui é a Multi-imagem! — respondeu a atendente triunfante.


— Meu Deus! Que distração a minha… Onde será que fica essa Tomocentro? — perguntou a mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada-sem-calma-na-dúvida-arrependida.


— Fica ali naquele quarteirão — apontou a atendente.


E a mulher-barriga-d’água-surpresa-irritada-sem-calma-na-dúvida-arrependida-apressada saiu ziguezagueando por entre as pessoas em direção ao seu carro.


Mais uma que a atendente vencera. Dois a zero para ela.


Como deve ser difícil trabalhar em lugares como esse. Pessoas sem paciência e geralmente são as mulheres. E você que está lendo e é mulher, não venha se defender e nem reclamar. Sei o quanto vocês são estressadas mesmo. Tenho uma mulher em casa me esperando e se abrir minha boca, capaz de apanhar e da cachorra me morder para apoiá-la. Que Deus olhe mais para essas mulheres.




AUTOR

Luiz Primati

21 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo

5 komentářů


sidneicapella
sidneicapella
03. 4. 2022

A vida não é fácil! Ninguém se coloca do outro lado do balcão.

Que os do balcão, sejam protegidos das loiras-coques-calças-leg-pretas e mulheres-barrigas-d’água.

Ótimo Luiz, que venham mais!

To se mi líbí

Carlos Palmito
Carlos Palmito
01. 4. 2022

Atendimento ao publico é tramado mesmo :D Bo texto, venham mais mulheres... histórias, digo

To se mi líbí

Stella Gaspar
Stella Gaspar
01. 4. 2022

😂Começar o dia lendo está se tornando um vício de leitura para mim. Amo imaginar "pés martelando o chão impacientemente, que imagem humorizada Luiz, você deixa em nossos pensamentos. E a recepção de sua mulher e da Paçoca... 😂😂😂Demais...

To se mi líbí
Stella Gaspar
Stella Gaspar
02. 4. 2022
Reakce na

Obrigada Luiz, relendo vejo algumas falhas em concordâncias gramaticais, mais é por conta da euforia, que sua escrita deixa em mim! 😍

To se mi líbí
bottom of page