top of page

ESTÓRIAS DO VALLETINHO Nº 6 — 20/08/2022


A Valleti Kids tem a honra de apresentar a sexta edição do caderno ESTÓRIAS DO VALLETINHO.


A colunista Alessandra Valle apresenta um conto para crianças, jovens e famílias.


Querem conhecer a infância de mais uma personalidade com dom inato? O conto de Alessandra Valle vai apresentar PAULA, menina que ama ouvir as pessoas desde pequena.


Vamos nos encantar com as ESTÓRIAS DO VALLETINHO desta edição.


Mães, pais, responsáveis e educadores encontrarão boas estórias para divertir, educar e entreter a criançada.


Todo sábado uma novidade da Valleti Kids.


Alessandra Valle

 

AUTORA ALESSANDRA VALLE


Alessandra Valle é escritora para infância e teve seu primeiro livro publicado em 2021 — A MENINA BEL E O GATO GRATO — o qual teve mais de 200 downloads e 400 livros físicos distribuídos pelo Brasil. Com foco no autoconhecimento, a escritora busca em suas histórias a identificação dos personagens com os leitores e os leva a refletir sobre suas condutas visando o despertar de virtudes na consciência.
 

A ARTE DE OUVIR


Desde pequenina, Paula passava horas brincando de bonecas. As mais variadas situações do cotidiano aconteciam no mundo de seus brinquedos.


A menina era feliz do seu jeito. Enquanto as outras crianças de mesma idade corriam sem rumo, gastando energia, Paula ouvia o que cada uma de suas bonecas tinha a dizer, identificando nelas emoções, frustrações e desejos.


O jeito calado, mas sempre atento a tudo que lhe rodeava, trouxe insegurança aos seus pais, que se preocupavam com possível sentimento de solidão que a filha poderia estar sentindo.


— Precisamos estimular nossa filha a interagir mais com outras crianças – falou a mãe durante conversa com o pai de Paula.


— Já sei o que podemos fazer. Vamos dar a Paula um presente – decidiu o pai, com esperança de ver a filha a tagarelar por aí.


Dias depois, um lindo e colorido gravador com toca fitas e microfone foi entregue a menina.


O presente fez muito sucesso com Paula, que abandonou por ora as bonecas, para ouvir, repetidamente, muitas estórias infantis.


O microfone e o gravador eram usados com moderação, sempre por incentivo da mãe que adorava gravar as falas engraçadas da filha amada.


Objetivando dar mais ênfase ao projeto de ter uma filha mais falante, outro presente que incentivava a comunicação foi dado à Paula.


Desta vez, um urso de pelúcia que contava estórias, fazia perguntas interativas e expressões faciais.


E mais uma vez, o presente foi um sucesso. Paula passou a ouvir o ursinho com atenção, respondia suas perguntas e adorava suas contações de estórias.


Outras crianças também gostaram do urso comunicador, mas não tanto quanto a menina Paula.


Até as bonecas foram organizadas para assistirem e interagirem com o brinquedo falante e quem fazia a moderação do encontro era sempre Paula.


— Agora é a sua vez, pense bem antes de responder ao ursinho, pois a pergunta que ele vai lhe fazer requer sinceridade – disse Paula à boneca que iria dialogar com o urso de brinquedo.


— Você tem medo de quê? – perguntou o urso.


A boneca hesitou em responder, pois não se conhecia muito bem.


Percebendo a dificuldade da boneca diante de uma pergunta tão pessoal, Paula cumpriu seu papel, com empatia, ajudou a boneca a compreender sobre sua dificuldade e procurou indicar a melhor forma de se relacionar com seu “mundo interior” e exterior.


As bonecas e o urso de brinquedo foram apenas os primeiros de muitos de nós que a menina psicóloga aplicou a arte que ama: saber ouvir.


Homenagem à Paula Valle

Instagram: @triebneuroepsi


 

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page