top of page

ESTÓRIAS DO VALLETINHO Nº 13 — 03/12/2022


A Valleti Kids tem a honra de apresentar a 13° edição do caderno ESTÓRIAS DO VALLETINHO.


Os colunistas Alessandra Valle e Luiz Primati, apresentam contos para crianças, jovens e famílias.


Querem conhecer a infância de mais uma personalidade com dom inato? O conto de Alessandra Valle vai confirmar que brincadeira é coisa séria, pois narra sua própria experiência na infância e as brincadeiras nas quais se profissionalizou, como escritora, professora e policial investigativa.


Vamos nos encantar com as ESTÓRIAS DO VALLETINHO desta edição.


Mães, pais, responsáveis e educadores encontrarão boas estórias para divertir, educar e entreter a criançada.


Aos sábados, quinzenalmente, uma novidade da Valleti Kids.


Alessandra Valle

 

AUTORA ALESSANDRA VALLE


Alessandra Valle é escritora para infância e teve seu primeiro livro publicado em 2021 — A MENINA BEL E O GATO GRATO — o qual teve mais de 200 downloads e 400 livros físicos distribuídos pelo Brasil. Com foco no autoconhecimento, a escritora busca em suas histórias a identificação dos personagens com os leitores e os leva a refletir sobre suas condutas visando o despertar de virtudes na consciência.

 

OS CAMINHOS PARA FELICIDADE


Alessandra gosta de brincar de tudo, pois toda brincadeira lhe traz felicidade.


Gosta de fingir ser cantora e dançarina em um palco improvisado no chuveiro.


Adora brincar de boneca e de casinha, inventando diversas situações boas e ruins em família, mas no final, todos se entendem.


Diverte-se por horas sendo a professora de suas bonecas e bichos de pelúcia.

Com muita criatividade, inventa peças de teatro e encena ser mais de um personagem por vez.


Com os irmãos, gosta de banho de piscina e pique-pega fingindo ser tubarão, mesmo que seja numa pequena piscina de plástico.


Na escola, moleca e levada. Durante o recreio, mal tem tempo de comer seu lanche, pois só quer saber de correr para lá e para cá, em busca de pegar e levar à prisão os ladrões do pique-polícia e ladrão.


A menina Alessandra é sempre sorridente, mas não pensem que tudo são flores na sua vida, ela conhece a tristeza e o sentimento de solidão. Por vezes, seus bonecos comentem algum tipo de crime e após julgamento, são encarcerados nas caixas de papelão que o pai traz com as remas de folha para impressão de documentos relativos ao seu trabalho.


O número escrito pela canetinha, do lado de fora da caixa, marca o tempo da pena que lhes foram impostas e a menina Alessandra, desolada pelo sentimento provocado pela ausência de seus queridos brinquedos, é finalmente tomada pela alegria no dia em que são soltos e a caixa se abre para a liberdade, trazendo a certeza de que estão todos regenerados.


A menina gosta mesmo é de desvendar mistérios e não se importa quando seu irmão some com alguns de seus brinquedos e os esconde pela casa.


Quando o larápio entra em cena uma frase marca o momento de iniciar as buscas:


- Ladro, ladroim, ladroaço! – diz o irmão com sorriso nos lábios.


A primeira parte da brincadeira consiste em descobrir qual brinquedo foi furtado, para depois, dar início às buscas.


Por vezes, Alessandra e sua irmã perdem a brincadeira e não encontram seus brinquedos.

Em outras ocasiões, o irmão esquece onde ocultou os brinquedos, mas para Alessandra está tudo bem, importante é nunca desistir e continuar alimentando a esperança para localizar seus paradeiros.


Com muito desembaraço, a menina Alessandra fala pelos cotovelos, mas no silêncio da noite, põe-se a escrever contos e poemas que versam sobre amor e suas manifestações.

Em todas as comemorações anuais escreve cartinhas para seus familiares felicitando-os e lhes desejando os mais belos sentimentos, porém, um deles recebe mais cartinhas do que os outros, seu pai.


O pai recebe cartinhas no Dia dos Pais, no aniversário, no Dia do Amigo e, também, no Dia dos Namorados, como forma da filha demonstrar todo sentimento e carinho.


Neste Natal, a menina ainda não escreveu a cartinha para o Noel, mas já está com a cartinha para seu papai pronta.


Ao final do texto consta a afirmação e o desejo desta menina idealizadora:

“… que a nossa família encontre os caminhos para felicidade.”


Essa é a história da AUTORA ALESSANDRA VALLE


 


45 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Alessandra Valle
Alessandra Valle
Dec 03, 2022

Escrevi esse conto para ratificar a afirmação BRINCADEIRA É COISA SÉRIA.

Foi desafiador e emocionante escrever sobre mim mesma e reviver a infância.

Agradeço aos familiares pela base moral que tenho e à Valleti Books, através do editor e amigo LUIZ PRIMATI pela oportunidade maravilhosa que enobrece meu trabalho. ❤️✍️📚

Like
bottom of page