top of page

ESTÓRIAS DO VALLETINHO Nº 2 — 23/07/2022


A Valleti Kids tem a honra de apresentar a segunda edição do caderno ESTÓRIAS DO VALLETINHO.


Os colunistas Alessandra Valle e Luiz Primati, apresentam contos para crianças, jovens e famílias.


Querem conhecer a infância de mais uma personalidade com dom inato? O conto de Alessandra Valle vai apresentar Thassiel, um menino que ama desenhar. Enquanto o autor Luiz Primati, conta a estória da estrelinha Léo que deixou de brilhar porque sentiu tristeza.


Vamos nos encantar com as ESTÓRIAS DO VALLETINHO desta edição.


Mães, pais, responsáveis e educadores encontrarão boas estórias para divertir, educar e entreter a criançada.


Todo sábado uma novidade da Valleti Kids.


Luiz Primati e Alessandra Valle

 

AUTORA ALESSANDRA VALLE


Alessandra Valle é escritora para infância e teve seu primeiro livro publicado em 2021 - A MENINA BEL E O GATO GRATO - o qual teve mais de 200 downloads e 400 livros físicos distribuídos pelo Brasil. Com foco no autoconhecimento, a escritora busca em suas histórias a identificação dos personagens com os leitores e os leva a refletir sobre suas condutas visando o despertar de virtudes na consciência.
 

ENTRE TRAÇOS E CORES


Numa folha qualquer ele desenhou um sol amarelo e nunca mais parou.


O menino sonhador chama-se Thassiel e adora ler estórias com personagens de vida simples, mas que experimentam grandes e enriquecedores desafios, assim como ele.


Em sua mente, os personagens e cenários das estórias infantis começam a ganhar vida e, através de muitos traços e lindas cores, desenha-os no papel para que possam ser eternizados e compartilhados com todos.


Por viver rabiscando os cadernos levou muita bronca:


— Thassiel, você rabiscou o caderno todo, não sobrou espaço para copiar o dever de casa – reprimiu a professora, enquanto o menino ilustrador reproduzia a feição zangada de sua educadora.


No fim da aula, o desenho virou presente para a mestra que, emocionada, abraçou o aluno e o orientou com sabedoria:


— Nunca apague sua criatividade, meu desenhista preferido.


Em casa, até as paredes viravam grandes folhas em branco, pois para todos os lados que olhava, via a arte da pintura que sua avó e sua tia faziam.


— Vocês já viram como Thassiel leva jeito para desenhar e pintar? Ele deve ter molhado a chupeta nos baldes de nossas tintas – forma carinhosa como a tia brinca e admira os desenhos do sobrinho.


A mãe, artesã, sempre soube apreciar a arte das ilustrações produzidas por Thassiel e se tornou sua maior admiradora.


Mas, houve época em que se envergonhou das ilustrações e desacreditou de seu dom, entretanto, o pai o relembrou que com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo.


Por isso, o menino desenhista não desistiu e com sua mente diferente frequentou uma escola poliglota, se aperfeiçoando cada vez mais.


Desenhou pipas no céu, cavaleiro com arma de pudim, índio em aventura para conhecer suas origens, meninos e meninas sonhadores que queriam ser ou faziam listas para ter.


Ilustrou muitas crianças que deram a louca, mas todas as estórias com pé e cabeça, para divertir e encantar famílias.


O menino desenhista, ilustrador e sonhador segue caminhando na vida e ali, logo em frente, a esperar por ele, o futuro está.


Thassiel não sabe bem ao certo onde sua estrada vai dar, mas ao girar seu simples compasso, num círculo, ele desenha o mundo inteiro.


Homenagem a Thassiel Melo

Instagram: @thassielmmelo_art


 

AUTOR LUIZ PRIMATI


Luiz Primati é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books e retorna para o tema da infância com histórias para crianças de 3 a 6 anos e assim as mães terão novas histórias para ler para seus filhos.
 

BRILHA, ESTRELINHA LÉO


Olá, crianças! Vocês sabiam que as estrelas tem milhões e, às vezes, bilhões de anos? Isso é tanto, mas tanto que não dá para contar nos dedos das mãos. Nem usando os dedos dos pés. Pensando bem, nem usando os dedos das mãos e dos pés da mamãe e do papai.


Isso não importa. O que vou contar hoje é a história da estrela Léo e de como ele se perdeu de sua mamãe.


Começa a tocar a música “Brilha, brilha estrelinha” e de repente é interrompida.


Ei! Pare com essa música. Léo está muito triste e não consegue ouvir essa música que já começa a chorar.

Léo vivia com sua mamãe na constelação de Andrômeda. Nesse lugar existem muitas estrelas. Diariamente elas brilham, forte como o sol. Léo vivia com sua mamãe Gemini e um dia ela saiu para explorar o universo. Disse a Léo que voltaria logo… e não mais voltou.


O velho Pegasus passava por ali com seu netinho Corvus, quando ouviu um choro de criança.

Pararam para ouvir. Os dois ficaram atentos até descobrirem de onde vinha o choro. No cantinho da constelação, uma pequena estrela, apagada, chorava e soluçava. Pegasus e Corvus se aproximaram. Avistaram Léo.


— Ei! Garoto? Por que chora? — perguntou o vovô Pegasus.


Léo enxugou as lágrima e olhou para Pegasus e Corvus e respondeu.


— Estou com saudades de minha mamãe — disse Léo.


— E onde ela está? — perguntou Corvus.


— Ela saiu para explorar o universo e não mais voltou — falou Léo triste.


O velho Pegasus pensou, coçou o queixou e depois falou:


— Como você se chama?


— Meu nome é Léo.


— Léo, eu me chamo Pegasus e esse é o meu neto Corvus. Vou te contar uma história. Pode prestar atenção por um minuto? — disse Pegasus. Corvus ficou animado para ouvir também. Ele adorava ouvir o avô contar histórias sobre o universo.


— Prestarei atenção sim, Sr. Pegasus — disse Léo parando de chorar.


— O universo é muito grande. Quando damos uma volta nele, pode levar muitas décadas. Você sabe quando foi que sua mamãe saiu para fazer essa exploração? — perguntou Pegasus.


— Não sei ao certo, não aprendi a contar ainda — disse Léo. — Mas lembro que foi quando passou aquela estrela com um rabo de fogo. Mamãe ficou encantada com ele e disse ir segui-lo e já voltava. Parece que faz tanto tempo… — Léo começou a ficar triste novamente.


— Ei! Léo! Não chore! Sua mamãe deve ter ido atrás do Cometa Halley e ainda vai demorar um pouco para voltar - disse Pegasus.


— E o que é um cometa, vovô? — perguntou Corvus.


— Ah! Meu netinho… Cometa são corpos celestes formados por gelo, rocha e poeira.


— Mas se eles são de gelo, por que tem a cauda de fogo? — perguntou Léo.


— Nem todo cometa tem uma cauda de fogo. Isso só ocorre quando eles passam perto do sol e acabam com sua cauda em chamas.


— E quando mamãe vai voltar? — quis saber Léo.


— Bem, o cometa Halley passou por aqui em 1986 e só reaparece a cada 76 anos. Deve ter sido nesse ano que sua mãe saiu atrás dele.


— E quando o cometa vai voltar? — perguntou Corvus.


— Somente em 2061 — disse Pegasus e lembrou que Léo não sabia contar ainda.


— Isso vai demorar? — perguntou Léo.


Vovô Pegasus ficou sem saber o que dizer a Léo. Ainda faltavam 39 anos até que sua mamãe retornasse e, para uma estrela, isso não é nada.


— Demorar? — disse vovô Pegasus. — Não vai, não.


— Vovô, Léo não pode ficar com a gente? — Corvus ficou radiante e brilhou intensamente de alegria.


— Eu não sei… — pensou vovô Pegasus.


— Deixa vai, deixa vovô… Léo, você quer ficar com a gente? Podemos brincar até a sua mamãe voltar. Você quer? — perguntou Corvus alegremente.


— Claro que quero! — disse Léo feliz como nunca.


Nesse momento sua luz começou a brilhar novamente.


— Então acho que não tem problema — disse vovô Pegasus. — Mas somente até sua mamãe voltar, está bem?


— Eba! Vamos brincar Léo?


— Claro que sim, Corvus.


— Então vamos brincar de esconde-esconde? — disse Corvus.


— Claro que sim. Eu me escondo primeiro… — disse Léo e saiu brilhando com sua luz para trás de uma outra estrela.


Vovô Pegasus sabia que o tempo passaria rápido e logo Gemini, mamãe de Léo estaria de volta.


E assim a estrelinha Léo voltou a brilhar pelo céu, aguardando o dia em que sua mamãe retornaria.


E se você gostou da história, saiba que Léo está lá no céu, brilhando e brincando. Olhe para o céu e verá sua luz iluminando todo o espaço.

 

30 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo

4 Comments


sidneicapella
sidneicapella
Jul 24, 2022

Muito bom!

Parabéns Luiz e Alessandra!

Like

Stella Gaspar
Stella Gaspar
Jul 23, 2022

que história mais brilhante, Luiz! Estrelas, céu e cometa, uma perfeita imaginação para a criança! Muito especial! 😍

Like

Stella Gaspar
Stella Gaspar
Jul 23, 2022

Alessandra, eu amei a história desse menino sonhador. É assim mesmo, animar, estimular talentos. De um pingo de tinta , podemos deixar o mundo em forma de sol! Parabéns 😍🤗

Like
Alessandra Valle
Alessandra Valle
Jul 24, 2022
Replying to

Obrigada pelo incentivo e comentário. Vamos continuar a estimular o talento nas crianças e jovens deste mundo. ❤️

Like
bottom of page