top of page

ESPECIAL REFLEXÕES — DIA DO LEITOR — 07/01/2024




Máquina de escrever antiga
Imagem criada com a ferramenta de IA Midjournei



 

AUTOR AKIRA ORDINE


AKIRA ORDINE é um escritor, poeta e músico carioca. Desde cedo apaixonado pela literatura, utiliza a arte como espaço de luta e refúgio, colocando bastante de si em tudo o que escreve. Tem muitos livros, vários deles, verdadeiros amigos.

 

PAPÉIS LITERÁRIOS

Nem todo leitor é um escritor, mas todo escritor é um leitor. Vejo essa frase como um bom pontapé inicial para definir o que é a posição de observador dentro do mundo literário, mesmo que, ao menos para mim, o leitor não é exatamente a plateia, mas sim o protagonista.

Meu parágrafo anterior pode soar antitético, mas para compreendê-lo é necessário pensar na própria conceitualização do ato de escrever. Gosto de pensar na escrita como a arte de compreender uma ideia e externá-la por meio de palavras. Dito isso, o escritor é, antes de tudo, um leitor do mundo e de si próprio.

Portanto, digo que sou grato a todos os leitores por hoje eu estar ocupando a posição também de escritor. Não tem preço saber que vários praticantes da leitura e colegas de escrita (que são leitores) caminham juntos pela literatura e pelo reconhecimento do trabalho uns dos outros.

Em suma, desejo um feliz dia para aqueles que nunca deixam de acreditar na literatura como forma de enxergar novas realidades e aprender valiosas lições. Viva os leitores!

 

AUTOR LUIZ PRIMATI


Luiz Primati é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books e retorna para o tema da infância com histórias para crianças de 3 a 6 anos e assim as mães terão novas histórias para ler para seus filhos.

 

FELIZ DIA DO LEITOR

Nós, escritores, navegamos por mares de tinta e papel, tecendo realidades paralelas com a delicadeza de nossos dedos sobre as teclas. Criamos universos, esculpimos almas em palavras, e em cada linha, um sopro de vida. Somos mestres em pintar o invisível, em dar voz ao silêncio, em vestir o vazio com a elegância de uma prosa poética ou a sutileza de uma rima.

Mas hoje, oh, hoje não é sobre nós. É sobre aqueles sem os quais nossas palavras seriam apenas ecos perdidos no vácuo da existência. Hoje é sobre o Leitor.

Ah, o Leitor! Esse ser que com olhos atentos e coração aberto se embrenha nas florestas de nossa imaginação. Sem ele, nossas criações seriam como estrelas sem céu, como canções sem melodia. O Leitor é o farol que ilumina as sombras de nossos pensamentos, é a brisa que sopra vida em nossas velas, fazendo-nos navegar por mares nunca antes explorados.

Nossas palavras, sem o Leitor, seriam como lágrimas na chuva, indistinguíveis, diluídas na imensidão do esquecimento. O Leitor é o alquimista que transforma nossa solidão em companhia, nossos sussurros em diálogos, nossas fantasias em realidades compartilhadas.

Nós damos forma aos sonhos, mas é o Leitor que os torna eternos, vestindo-se de nossos personagens, respirando nossas palavras, habitando os mundos que com tanto zelo criamos. Sem ele, seríamos apenas viajantes solitários, sussurrando segredos para as paredes de um quarto vazio.

Então, Leitor, neste dia, celebre a magia que é sua. Mergulhe em uma poesia, perca-se em um conto, apaixone-se por um romance. Hoje, as palavras são seu banquete, e cada frase, um convite para saborear a vida com a doçura dos versos que só você pode dar sentido.

Feliz Dia do Leitor, guardião dos mundos que criamos, alma que dança nas páginas de nossos sonhos. Sem você, seríamos apenas ecos de uma melancolia sem fim.


 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

DE TODAS AS COISAS

Se eu pudesse, deixaria escrito por onde ando, as belezas que sempre encontro nos livros.

Com canetas entrelaçadas nos dedos, minhas mãos vão dançando escrevendo festivamente o que ressignifico de cada texto, conto, romances, etc.

Os livros, estão em contato com nossas ideias, imaginações, poesias.

Sinto-me feliz, com eles, que me levam para grandes universos.

Quero ter a emoção sempre, dizendo que os livros de todas as coisas, são infinitos conhecimentos, que habitam na biblioteca do meu coração.

 

AUTORA ARLÉTE CREAZZO


ARLÉTE CREAZZO (1965), nasceu e cresceu em Jundiaí, interior de São Paulo, onde reside até hoje. Formou-se no antigo Magistério, tornando-se professora primária. Sempre participou de eventos ligados à arte. Na década de 80 fez parte do grupo TER – Teatro Estudantil Rosa, por 5 anos. Também na década de 80, participou do coral Som e Arte por 4 anos. Sempre gostou de escrever, limitando-se às redações escolares na época estudantil. No professorado, costumava escrever os textos de quase todos, para o jornal da escola. Divide seu tempo entre ser mãe, esposa, avó, a empresa de móveis onde trabalha com o marido, o curso de teatro da Práxis - Religarte, e a paixão pela escrita. Gosta de escrever poemas também, mas crônicas têm sido sua atividade principal, onde são publicadas todo domingo, no grupo “Você é o que Escreve”. Escrever sempre foi um hobby, mas tem o sonho de publicar um livro, adulto ou infantil.

 

CARO LEITOR

Caro leitor

Venho por meio desta agradecer-lhe por todos os momentos em que você dispensou a atenção para ler minhas palavras.

Embora tenhamos pensamentos diferentes, sei que se importou com o que escrevi e teve a generosidade de fazer sua própria interpretação.

Muitas vezes entramos em comum acordo, mas sei que em outras divergimos em pensamentos.

Agradeço por não ter me abandonado em seus momentos de dúvidas, quando não sabia ao certo o tipo de texto que gostaria de ler.

Guardo com carinho cada traço passado em palavras ou trechos que não entendeu perfeitamente na hora, para que mais tarde pudesse clarear as ideias.

Agradeço por indicar meus escritos a um amigo ou até mesmo por reler-me na tentativa de melhor compreensão ou pura saudade de meus escritos.

Graças à você querido leitor, poderei permanecer vivo transferindo meus pensamentos aos seus.

Quero agradecê-lo com todo papel e tinta que me é depositado e muitas vezes com gravuras para que seu trajeto por mim se torne mais suave.

Feliz continuarei por fazer parte de seus momentos e espero que esta mesma felicidade seja recíproca.

Assinado: Seu amigo livro



OBRIGADA LEITOR

Na vida todas as pessoas precisam de alguém ou algo.

A professora necessita de alunos para que possa passar seu conhecimento, o médico de doentes e o jardineiro de jardins.

A criança precisa de cuidados, a bailarina de música e o ator de espectadores.

Somos elos formando uma enorme ciranda, onde todos precisam de todos para que ela não se quebre.

O músico precisa de instrumentos, o cantor de sua voz e a fonte necessita de água para fazer sentido.

O andarilho necessita de uma chegada, o viajante da partida e o fim precisa de um começo.

Tudo na vida está interligado.

O escritor necessita de palavras e as palavras de inspiração.

Mas o que será das palavras se não forem lidas?

As palavras sem leitor se tornam apenas objetos inanimados. É preciso do leitor para que as palavras ganhem vida.

O leitor torna-se parte importante da escrita, pois ele nos dá o ânimo para continuarmos, já que não há sentido em escrever sem ter alguém para ler.

Sou grata à todos aqueles que já leram algo escrito por mim, seja fantasia ou realidade, drama ou comédia, cada palavra escrita pensada e sentida.

No dia de hoje, de todas as palavras que poderia escrever, gostaria de enfatizar um enorme MUITO OBRIGADA QUERIDO LEITOR.


 

25 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page