top of page

BECO DOS POETAS Nº 63 — 27/06/2024

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Imagem criado com IA Midjourney
 

AUTOR LUIZ PRIMATI


LUIZ PRIMATI é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books. Em março lançou seu livro de Prosas Poéticas, "Melancolias Outonais" e o romance de suspense "Peter manda lembranças do paraíso" estará disponível em julho de 2024.

 

AS FASES DO AMOR


Quando a noite chega e a luz se apresenta no palco do céu, meus pensamentos flutuam até você, como estrelas guiadas por um encanto invisível. Quando a lua minguante domina a escuridão, é como se o seu sorriso tímido estivesse ali, acendendo um brilho suave no firmamento.


A noite, sempre cúmplice dos nossos segredos, e a lua, nossa testemunha eterna. Sob a sua luz prateada, confessei a ti meus sentimentos mais profundos, revelando medos, sonhos e pesadelos que habitam minha alma. Você conheceu cada fragmento do meu ser.


Nunca escondi o terror que sentia ao pensar em te perder. Ali, sob a lua que tudo testemunhava, prometeste nunca me abandonar. Mas foi numa noite de lua nova, quando a escuridão reinava sem rival, que você me deu a notícia de que partiria em busca de um novo amor. A ironia cruel da vida fez a notícia perfurar meu coração como um punhal, e até hoje ele sangra com essa dor implacável.


Agora, sob a lua em quarto crescente, cresce também a minha solidão. Oh, lua, testemunha de tantos momentos, testemunhe mais uma vez meu ato de perdão. Perdoo-te pela infidelidade, pela ausência de compaixão, por quebrar promessas sagradas. Vá em paz, enquanto busco novamente o amor, mais uma vez sob a vigilância da lua, nossa eterna testemunha.


 

AUTORA STELLA_GASPAR


STELLA GASPAR é natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

SEM FREIOS IMAGINÁRIOS


Sinto-me ótima

Transformo meus pensamentos,

em uma linha do tempo.

Palavras, vozes e ecos distantes

Sem freios imaginários

Posso olhar para o céu

Meus olhos soltam brilhos

Meu mundo singular, no ar.

Quantas imaginações...

Portas e janelas abertas

Uma música clássica

Um breve silêncio.


 

AUTORA SIMONE GONÇALVES


SIMONE GONÇALVES, poetisa / escritora. Colaboradora no Blog da @valletibooks e presidente da Revista Cronópolis, sendo uma das organizadoras da Copa de Poesias. Lançou seu primeiro livro nesse ano de 2022: POESIAS AO LUAR - Confissões para a lua.

 

MUSICALIDADE


A emoção ao ouvir

Um instrumento que transmite

Todo sentimento que envolve

É algo surreal

Eu me encontro no céu

Sou tomada pela melodia que expressa

Tudo que está no coração

E nas notas criadas

Num misto envolvente de amor e prazer

Me deixo levar e ser conduzida

A passos leves e sorriso largo

Toda a musicalidade presente

Na sensibilidade de quem toca aquele piano

Nem imagina o quanto me faz bem à alma

E de toda magia que se faz presente

Em cada detalhe que flui das notas

Me embalando em sonhos e encantos

Que só na música encontro...


 

AUTOR SIDNEI CAPELLA


SIDNEI CAPELLA, natural e residente em São Caetano do Sul — São Paulo. Escreve textos poéticos, contos e mensagens, participou de algumas antologias. Grande parte dos seus textos são publicados na página do Instagram que administra. Utiliza a frase criada por ele: “Inspiração me leva a escrever sobre tudo, a inspiração vem de Deus, escrevo para o meu próximo, de modo a despertar sentimentos e mexer com suas emoções.”

 

CALOR DO INVERNO


No inverno a doce união,

com o sabor do vinho suave.

Pulsa forte o coração.

Traz a tal vitalidade…


Com o sabor do vinho suave,

cobertos pelo cobertor.

Traz a tal vitalidade…

Renasce o verdadeiro amor.


Cobertos pelo cobertor,

do calor do beijo quente.

Renasce o verdadeiro amor.

Com a linda paixão ardente.


Do calor do beijo quente,

no inverno a doce união.

Com a linda paixão ardente.

Pulsa forte o coração.


 

AUTORA LUCÉLIA SANTOS


LUCÉLIA SANTOS, natural de Itabuna-Bahia, escritora, poetisa, cronista e contista e antologista. Escreve desde os 13 anos. É autora do livro "O Amor vai te abraçar" e coautora em diversas coletâneas poéticas. Seu ponto forte na escrita é falar de amor e escreve poemas e minicontos infantis.

 

SOMBRAS DO INVERNO


A xícara de chá esfriou de repente com o vento gélido que entrou por entre as frestas

O inverno me reprimiu e envolvida em um casaco, saí em busca de ti.


Chovia lá fora e eu com meu rosto pálido, olhos chorosos e tristeza expressa

Em meio a densa névoa, perdi-me caminhando lentamente e tudo parecia embaçado diante de mim.


O frio envolveu-me em seu abraço gelado e segui com o suspiro doloroso na esperança de te encontrar

Para que tu, meu raio de sol fugidio, me aquecesse, fazendo-me esquecer as mazelas da vida.


Ao te avistar senti um grande alívio, foi como se uma luz atravessasse as frestas da névoa para iluminar

E tu encontraste-me perdida nas sombras do inverno, em que me abandonaste entorpecida.


 

AUTOR WAGNER PLANAS


WAGNER PLANAS é nascido em 28 de maio de 1972, na Capital Paulista, estado de São Paulo, Membro da A.I.S.L.A — Academia Internacional Sênior de Letras e Artes entre outras academias brasileiras. Membro imortal da ALALS – Academia Letras Arttes Luso-Suiça com sede em Genebra. Eleito Membro Polimata 2023 da Editora Filos; Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Mairinque pelo vereador Edicarlos da Padaria. Certificado do presidente da Câmara Municipal do  Oliveira de Azemeis de Portugal. Autor de mais de 120 livros entre diversos temas literários, além de ser participante de 165 Antologias através de seu nome ou de seus heterônimos.

 

MOLE DE PEDRA


Parte I

 

Ah! Saudades de meu mar,

Poder ir no mole de pedra,

De poder pescar,

Do mar, retirar novas descobertas.

 

Com o sol nascente,

Minha tria preparar,

Não que eu seja elegante,

Com a sereia ei de sonhar.

 

Sou um mero pescador,

Na praia de Itaoca,

Pesco com muito amor...

 

O Sonho de pegar uma Sororoca,

Tirar filé e fazer pirão,

Para amada do meu coração.

 

Parte II

 

Quem não sonha, não é pescador,

Pescador no meio de tanta gente,

Pesca com muito amor,

Pesca de forma inocente.

 

Pesca próximo aos barcos,

Onde tem farta alimentação,

Pesca até sob os arcos,

Da linha férrea, que leva a estação.

 

Pescador que é pescador,

Sonha com sua sereia,

Sonha com seu amor.

 

E tudo que ele busca,

E nada o ofusca,

Para ela, escrever poesia.

 

Horando Almeida Prado

 

 

AUTORA LILA LEITE


ELIANA ROCHA, da cidade de Brumado, interior da Bahia. Licenciada em Letras Vernáculas pela UNEB - Universidade do Estado da Bahia; Pós graduada em Psicopedagogia, pela FACINTER -  Faculdade Internacional de Curitiba. Professora aposentada, atualmente Coordenadora da Escola Particular "O Pequeno Príncipe" - Brumado.

 

SIM, SOU UMA PESSOA DIFERENTE...


Não se surpreenda, nem se intrigue com minhas postagens... Elas são verdadeiras, dentro do meu mundo imaginário. Pois me tornei uma eterna sonhadora…


Quando a gente começa a perder aquilo que ama, que dava sentido à vida, a gente passa a viver num mundo de sonho… Onde tudo que está em sua visão interior, pode acontecer…


E é assim que estou conseguindo me manter em pé, sonhando… No país de Alice! Todas as palavras que saem de minha boca ou de meus dedos, são extraídas do coração, da vontade que tenho de transformar essa ilusão em realidade…


Eu estou diferente, sim...


Eu preciso viver isso… Eu me sinto bem assim, mesmo sabendo que essa minha teoria, está longe do real.


Eu não quero nada, que não seja relacionado à minha paz interior… Eu não me apego às coisas do mundo, à riqueza, às pessoas más e ambiciosas, aos falsos profetas, aos bens materiais… Eu não desejo mal a ninguém, nem ao humano ou animal…


Só estou diferente...


Mas estou pisando em chão firme, sobreVIVENDO, usando todas as minhas forças para vencer…Escondo todo o meu sofrimento, todas as minhas dores, para cuidar ou tratar a dor do outro… Para ver a minha PROLE feliz…


Não sou melhor, nem pior do que ninguém que perdeu um filho, um ente querido, mas sou mãe e vou viver essa dor até o dia do encontro...


Sou diferente? Sim... Mas, mesmo cambaleando, me levanto todos os dias e vou à luta… Doente, cansada e às vezes até desvalorizada profissionalmente… Mas, que seria da vida se não fossem os mais fracos, os invejosos para nos fazer crescer?


Ah, eu tenho orgulho de ter me tornado uma pessoa diferente, sim… Queria hoje, ter meus trinta anos, para me reconstruir, ser quem eu sou hoje... Porém, em outro corpo, com bem mais força.


Agora são exatamente 04:19 da manhã, e como todas as outras manhãs de 12 anos pra cá, é o meu melhor horário para esse meu mundo imaginário.


E Isso é apenas um desabafo, para aquilo que ouço, que recebo por trás dos bastidores… Para os nãos e as incompreensões da vida...


Sou diferente, sim…


Mas meus sonhos não fazem mal a ninguém, talvez a mim, mas vivo feliz no meu mundinho imaginário… Assim consigo estar com a minha paz.


Sou diferente, porque sou uma sonhadora.  

 

AUTORA GABRIELY BRANDÃO RAMOS


GABRIELY BRANDÃO RAMOS, 28 anos, nascida em Itaguaí – Rio de Janeiro. Técnica em mecânica, poeta, participou da sétima e oitava edição da coletânea de jovens poetas na cidade de Itaguaí. Viu na escrita uma forma de expressão da arte e cultura. Escritora na antologia suspiros poéticos.

 

UMA LINDA AMIZADE!


Nos conhecemos na aula, eu entediada de um lado e você do outro.


Começou assim eu com raiva dos conteúdos que não eram nada legais.

E eu revoltada e você sem me conhecer rindo das minhas falas e pedindo pelo amor de Deus para que eu calasse a boca .


Na outra semana estávamos sentadas juntas e rindo e revoltadas com o curso, e o rumo que ele vinha tomando, só ia de mal a pior.

Mas no fim eu ganhei de presente a amizade mais linda durante esses quatro meses.


A pessoa que ganhou meu coração!

Hoje o ciclo se encerrou do curso, mas a nossa amizade só aumentou.

E todos os dias temos novas histórias a contar.


 

AUTOR ANDRÉ FERREIRA


ANDRÉ FERREIRA, 46 anos, solteiro, é natural de São Paulo, cidade onde vive até hoje. De religião cristã, André valoriza profundamente os ensinamentos de sua fé. Filho de Elza, uma paulistana determinada, e de Luís, um bon-vivant, André foi criado com amor e sabedoria por sua avó Maria, a melhor das avós. Apaixonado por atividades físicas, André também aprecia uma boa conversa, a leitura de livros enriquecedores, além de se encantar com a arte e a poesia.


 

DOCE ILUSÃO


Para menina mais linda do prédio,

morena de olhos negros e fascinante,

de lábios carnudos e insinuantes,

de riso fácil e cativante,

de curvas acentuadas e deslumbrante,

tanta beleza, tanta ternura

que em meus devaneios

o que eu sei é que você está aonde eu quero ir,

um colosso de mulher personificada em uma beleza morena

daquelas que estremece com alma da gente,

e quando eu te vejo,

meu coração desarma

de tanto contentamento que eu quero pegar fogo,

e nesse dilúvio de amor

vivo essa tempestade do bem

sentindo a extensão do amor divino

explodir em Minh’ alma

e em meus sonhos eu tenho a certeza

de que um dia ela será minha,

enquanto isso volto para a realidade

e me deparo com a vulnerabilidade

constante que eu vivo,

e sigo em frente à espera de um sim ou nunca mais,

e apelo para os meus versos

que alimentam a minha fantasia

e vivo a loucura do poeta

que morre de amores pela sua musa.


 

AUTORA REGINA PRADO

IG: @regina.prado_escritora


Natural de Jundiaí, interior de São Paulo, onde vive até hoje. Despertou o interesse pela escrita desde muito cedo, porém, somente a partir de 1981, quando cursando Secretariado e participando do grupo de teatro TER (Teatro Estudantil Rosa) despertou interesse em escrever de forma mais estruturada, onde muitos dos sentimentos se transformaram em poesias. Atualmente iniciou a escrita de um novo projeto que será lançado em 2022. Mais do que nunca, a sua intenção é tocar fundo os sentimentos dos leitores, causando emoção em cada palavra.

 

SERENIDADE NA PLANÍCIE


Ao longe, avisto bela planície:

desenhada tal qual uma aquarela,

contornada por imponentes montes,

pincelada com forma singela.


Aproximando-me calmamente ao lago,

flutuantes resplandecem as nuvens,

transporto-me ao recente passado,

surgem lembranças com doces afagos.


Numa tranquila e incomum simplicidade,

chão batido na terra desenhada,

embalo minha alma numa rede doce,

sinto paz e me entrego extasiada!


 

AUTORA ROBERTA PEREIRA


Roberta M F Pereira nasceu em 1986 e cresceu na cidade de Brumado, interior da Bahia. É Historiadora, Tradutora, Intérprete de Libras, Professora e Poetisa. Desde bem jovem já demonstrava seu amor e dedicação a escrita, especialmente poesias. Tem suas poesias publicadas em diversas coletâneas e no site Recanto das Letras com o pseudônimo, Betina. É autora do livro “Verdades de um Coração Ferido”.

 

A MELODIA EM MEU CORAÇÃO

Eu te ouvi pela primeira vez e meu mundo silenciara por um momento, foi aqui que percebi que toda aquela confusão mental ainda tinha jeito.

O emaranhado de pensamentos, o excesso de planejamento e toda aquela tirania ia embora, era só eu ligar a melodia, era só eu cantar em euforia e tudo começava a se organizar.

Eu sou movida a música e isso não é um exagero, mas é um desespero para que a melodia nunca acabe, para que a melodia desate os nós que há dentro de mim...

Aquela música que me enche de romance, que atiça as batidas do meu coração e me envolve num rock, pop, rap...

Ah, a melodia! Com ela tudo se agita, se cala, se alcança... Meu cérebro saltita, dança, canta, cria, tudo isso através da melodia...


 

AUTORA MARINALVA ALMADA


Marinalva Almada é diplomada em Letras Português/Literatura e com uma pós-graduação em Alfabetização e Letramento pelo CESC/UEMA, encontrei no ensino a oportunidade de semear conhecimento e despertar amor pelas palavras. Sou professora nas redes públicas municipal e estadual. Tenho como missão transformar vidas através da educação e da leitura literária. Deleito-me com a boa música, a poesia, a natureza, os livros e as flores, elementos que refletem em mim uma personalidade multifacetada. Escrevo regularmente no Recanto das Letras, participo com frequência de concursos literários, antologias e feiras literárias. Em 2023 realizei o sonho de publicar pela Valleti Books, o livro Versificando a vida, juntamente com as amigas Cláudia Lima e Zélia Oliveira.

 

JUNHO


É mês festeiro, é mês de Santo Antônio

casamenteiro.

É tempo de passar fogo.

É tempo de brincar no terreiro.

É tempo de esquentar frio na fogueira.

É tempo bom de comer batata doce assada no braseiro.


"São João disse,

São Pedro confirmou.

Que você vai ser minha comadre

Que Jesus Cristo mandou."


 

AUTORA ARELY SOARES REIS


ARELY SOARES REIS nasceu em Caxias, Maranhão, e é uma talentosa profissional da língua: professora de Língua Portuguesa e Inglesa, além de suas respectivas literaturas, escritora, revisora textual e tradutora (Inglês - Português). Com um talento para a escrita que emergiu aos 11 anos, Arely recorda: "bastou tocar na caneta e no papel, já nascia ali uma poesia". Autointitulada "Poetisa da Noite", ela revela: "achava que a madrugada fosse feita para dormir, me enganei. Nela escrevo à beira dos meus sonhos, até agarrar no sono". Arely é uma leitora ávida, apaixonada por romances e poesias, e tem uma sede insaciável por novas experiências culturais, seja conhecendo pessoas, lugares, artes ou músicas. Ela se descreve como um ser humano pleno de fé, amor e esperança. Seu trabalho literário inclui participações em diversas antologias e revistas, como "Um Grito A Cor da Pele" (Editora Brunsmarck), "Ser Tons - Tons do Nordeste" (Ed-In Vitro), "Revista Entre Versos" (1ª e 2ª edições, Diego Maltz), "The Bard" (com publicações em mais de quatro edições, J. B Wolf) e a antologia "Coletivo Nua Palavra". Além disso, Arely tem presença ativa em podcasts e canais literários no YouTube.

 

 

CAFÉ


Café frio,

Á tua espera,

Mar se fez Rio.

Rios de lágrimas,

Dos olhos desaguou,

Esperança,

Herança,

Pelo amor.

Cachoeiras de solidão,

Dor sólida,

Entulhando

O coração.

Café frio,

Á tua espera,

O Medo driblou

O sorriso.

Riso de quem

Parece ter perdido

Um paraíso.

Por isso

Café frio

Se fez saudade,

No avistar

Pela janela,

Á espera dela...

De lá gravou

Nos olhos,

O trem a trilhar,

Triste no peito

O choro,

Por não sentir-se no lar.

Ar de um ventre,

Que dentre

Batidas de portas,

Houve alguém,

Que num abraço

Dissesse: Entre!

E agora, outra vez,

Café se fez quente,

E foi assim que

Na chegada do amor

Tudo esquentou!


 

AUTORA ZÉLIA OLIVEIRA


ZÉLIA OLIVEIRA é natural de Fortuna/MA, reside em Caxias-MA, desde os 6 anos. É escritora, poetisa, antologista. Pós-graduada em Língua Portuguesa, pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Professora da rede pública municipal e estadual. Membro Imortal da Academia Interamericana de Escritores (cadeira 12, patronesse Jane Austen). No coração de Zélia, a poesia ocupa um lugar especial, gosta de escrever, afinal, a poesia traz leveza à vida. Publica no Recanto das Letras, participa com frequência de antologias poéticas, coletâneas, feiras e eventos literários. É organizadora e coautora do livro inspirador "Poetizando na Escola Raimunda Barbosa". Coautora do livro “Versificando a Vida”.

 

SOU FEITA DE POESIA


Leio poesia,

Escrevo poesia,

Amo poesia,

Respiro poesia,

Sou pura poesia.

Pensamentos viram poesia.

O que vejo transformo em poesia.

O que sinto converto em poesia.

A vida é poesia

Que floresce em minha vida

Todos os dias.

Sou feita de poesia.


 

90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page