top of page

BECO DOS POETAS Nº 57 — 16/05/2024

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Imagem criado com IA Midjourney
 

AUTOR LUIZ PRIMATI


LUIZ PRIMATI é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books. Em março lançou seu livro de Prosas Poéticas, "Melancolias Outonais" e o romance de suspense "Peter manda lembranças do paraíso" estará disponível em julho de 2024.

 

LÁGRIMAS CELESTES


No crepúsculo do dia, lágrimas celestes desciam dos céus, como se o próprio Deus vertesse prantos pelo ocaso do nosso amor etéreo. A melodia sombria das gotas açoitando as telhas de zinco orquestrava a sinfonia da nossa despedida.


Deixei-me envolver pela chuva no quintal, ansiando que a água purificasse minha alma e camuflasse as lágrimas que brotavam de meus olhos, em um rio de saudade. Naquele instante, a chuva abrandou e o sol surgiu por detrás das nuvens, iluminando o céu com cores vivas de um arco-íris. E foi ali, naquele espetáculo de luz, que enxerguei o reflexo do teu sorriso.


Recordo-me de quando me deleitava com tuas covinhas e do prazer que sentia em desvendar teu sorriso. Ah, aqueles momentos em que te mostravas vulnerável, entregue, como se fosses apenas minha! A genuinidade do teu sorriso parecia permitir-me tocar tua alma e envolvê-la em um abraço eterno.


Que ilusão efêmera! Imaginar que, ao possuir teu corpo, eu conquistaria também os teus pensamentos. A chuva cessou, e ao olhar para baixo, percebi meus sapatos encharcados, como se carregassem o peso das minhas mágoas. A água escorria pelo quintal, buscando um rumo, um destino.


Tremendo de frio e amargurado pela tristeza, só me restou lamentar o amor que já não era meu, levado pela correnteza da vida.


 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

A SOLIDÃO NA CIDADE GRANDE OU EM QUATRO PAREDES


Ela chega sem avisar

Até escuto seus ventos

E não posso fugir

Minha face perde o encantamento

Tudo se fantasia de uma pseudo aparência.


Mundo dentro de mundos

Oh, momento de loucuras

Sinto-me perdida,

tentando desbravar a agonia

Subo e desço em uma escada

Tentando ver o mar

Que longe fica infinito.


Ascendo um castiçal

Busco um romântico momento

Mas é só uma figuração de meu pensamento

Silêncio ... silêncio

Numa lágrima gelada

A musa canta o amor.


Eis o meu canto

Meus cristais de sonhos

Nas quatro paredes do meu quarto

Meu coração é só tormento

E a solidão agora

Leva a minha saudade

Para o meu grande amor.


 

AUTORA MARINALVA ALMADA


Marinalva Almada é diplomada em Letras Português/Literatura e com uma pós-graduação em Alfabetização e Letramento pelo CESC/UEMA, encontrei no ensino a oportunidade de semear conhecimento e despertar amor pelas palavras. Sou professora nas redes públicas municipal e estadual. Tenho como missão transformar vidas através da educação e da leitura literária. Deleito-me com a boa música, a poesia, a natureza, os livros e as flores, elementos que refletem em mim uma personalidade multifacetada. Escrevo regularmente no Recanto das Letras, participo com frequência de concursos literários, antologias e feiras literárias. Em 2023 realizei o sonho de publicar pela Valleti Books, o livro Versificando a vida, juntamente com as amigas Cláudia Lima e Zélia Oliveira.

 

O AMOR


O amor deveria prosperar em todas as estações do ano.

O amor deveria aparecer nos anúncios da internet e da TV.

O amor deveria imperar desde o nascer do sol até o anoitecer.

O amor deveria perseverar no seio familiar.

O amor deveria estar em todo lugar.

Para o mundo ter paz é preciso amar.

Com amor tudo será capaz de mudar.


 

AUTORA GABRIELY BRANDÃO


Gabriely Brandão Ramos, 28 anos, nascida em Itaguaí – Rio de Janeiro. Técnica em mecânica, poeta, participou da sétima e oitava edição da coletânea de jovens poetas na cidade de Itaguaí. Viu na escrita uma forma de expressão da arte e cultura. Escritora na antologia suspiros poéticos.

 

A TODAS AS MÃES

A todas mães do Brasil e do mundo, minha total admiração.

A todas as mulheres que vão à luta e nunca desistem.

A todas as mães que que se preparam diariamente, para mais um dia de luta.

A todas as mães que vivenciam a depressão ou aquelas que venceram a depressão.

A todas as mães, que lutam por seus direitos.

A todas as mulheres, que não foge da sua batalha diária.

A todas as mães, filhas irmãs, que são mulheres como eu.

A todas vocês a minha total admiração!

Pela jeito de viver!


 

AUTORA SIMONE GONÇALVES


Simone Gonçalves, poetisa/escritora. Colaboradora no Blog da @valletibooks e presidente da Revista Cronópolis, sendo uma das organizadoras da Copa de Poesias. Lançou seu primeiro livro nesse ano de 2022: POESIAS AO LUAR - Confissões para a lua.

 

MUDANÇA DE ESTAÇÕES


Um sol preguiçoso 

Anuncia a mudança.

Verão se despede,

Outono se apresenta.

Folhas secas soltas pelo ar,

Levam aromas das flores

Que ainda restam no meu jardim,

Logo, dando lugar à solidão

Até a chegada da doce primavera

Que não antes se apresenta

Dos mistérios do inverno,

Esse que traz noites desertas e frias.

E na dança louca das estações,

De mudança em mudança

Permaneço sonhadora,

Deixando a esperança de te encontrar... me levar

Me guiando sempre na ânsia de te amar.


 

AUTORA REGINA PRADO

IG: @regina.prado_escritora


Natural de Jundiaí, interior de São Paulo, onde vive até hoje. Despertou o interesse pela escrita desde muito cedo, porém, somente a partir de 1981, quando cursando Secretariado e participando do grupo de teatro TER (Teatro Estudantil Rosa) despertou interesse em escrever de forma mais estruturada, onde muitos dos sentimentos se transformaram em poesias. Atualmente iniciou a escrita de um novo projeto que será lançado em 2022. Mais do que nunca, a sua intenção é tocar fundo os sentimentos dos leitores, causando emoção em cada palavra.

 

PALETA DE TONS


Ao longe, quando se escapa a vista,

Um horizonte distante, sem fim,

Onde muitas nuvens de perdem,

O céu se une a terra ou ao mar,

Num cenário não imaginário, enfim.

Uma pintura no céu então começa,

Com o passar vagaroso das horas,

Antecedendo nuances suaves,

Como danças de bailarinas cândidas,

Soltas, leves, bailando sonhadoras.

Nesse respingar de cores mil,

Como a paleta de tons de uma tela,

Vai surgindo por trás do infinito,

Espetáculo imponente do sol a se pôr,

Esplendoroso, dando início a noite,

Espreitando corações feito sentinela.


 

AUTOR SIDNEI CAPELLA


Sidnei Capella, natural e residente em São Caetano do Sul — São Paulo. Escreve textos poéticos, contos e mensagens, participou de algumas antologias. Grande parte dos seus textos são publicados na página do Instagram que administra. Utiliza a frase criada por ele: “Inspiração me leva a escrever sobre tudo, a inspiração vem de Deus, escrevo para o meu próximo, de modo a despertar sentimentos e mexer com suas emoções.”

 

PRESENTE DE DEUS


O vento sopra…

Sussurra nos ouvidos

Balança as folhas dos coqueiros.

Movimenta as ondas do mar.

O criador nos presenteia,

com a magnífica dança da natureza.

E com os olhos a enxergar;

o corpo sentir;

a alma descansar…

Virar para o sol,

como o girassol,

deixar a visita da paz entrar…

Aproveitar o bem que faz.

Sentir todo amor que vem…

Agradecer e dizer amém.


 

AUTORA ROBERTA PEREIRA


Roberta M F Pereira nasceu em 1986 e cresceu na cidade de Brumado, interior da Bahia. É Historiadora, Tradutora, Intérprete de Libras, Professora e Poetisa. Desde bem jovem já demonstrava seu amor e dedicação a escrita, especialmente poesias. Tem suas poesias publicadas em diversas coletâneas e no site Recanto das Letras com o pseudônimo, Betina. É autora do livro “Verdades de um Coração Ferido”.

 

BELA SOLIDÃO


Sozinha em meio a multidão e ainda assim, me perpassa a ideia de querer ser invisível.


Me acostumei a solitude e me diverte a alma falar com as vozes que permeiam a minha cabeça.


Solidão... Sempre seguindo um caminho e andando pelas estradas do meu coração. No entanto, me sinto bem, estou bem, sozinha.


 

AUTORA LUCÉLIA SANTOS


Lucélia Santos, natural de Itabuna-Bahia, escritora, poetisa, cronista e contista e antologista. Escreve desde os 13 anos. É autora do livro "O Amor vai te abraçar" e coautora em diversas coletâneas poéticas. Seu ponto forte na escrita é falar de amor e escreve poemas e minicontos infantis.

 

AMADO MEU


A ti meu querido

Ei de amar enquanto viver

Em dias alegres ou tristes

Chuvosos ou ensolarados

Escuros ou com lindo luar

O meu amor irei te entregar

E nesta solene declaração

E nossa história a se eternizar

De tanto amor irei transbordar.

 

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page