top of page

BECO DOS POETAS Nº 56 — 09/05/2024

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Imagem criado com IA Midjourney
 

AUTOR LUIZ PRIMATI


LUIZ PRIMATI é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books. Em março lançou seu livro de Prosas Poéticas, "Melancolias Outonais" e o romance de suspense "Peter manda lembranças do paraíso" estará disponível em julho de 2024.

 

AMOR IMUTÁVEL

Primeiro amor, uma expressão tão doce quanto as lembranças que evoca. Recordo-me daquela menina, primeira face de um anjo que encontrei nos bancos escolares do primário. Ela, com sua inocência de páginas iniciais de um livro por escrever, e eu, abrigando um afeto tão puro quanto o seu, um amor platônico, despretensioso.

Porém, ao desvelar as camadas desse sentimento inaugural, compreendo que meu verdadeiro primeiro amor foi, de fato, minha mãe. Ela, a estrela pioneira no céu de minha existência. Desde o ventre, já nos conhecíamos, unidos por um laço invisível e indissolúvel. Envoltos no aconchego do líquido amniótico, eu era mais que nutrido; era amado. Ali, naquela cápsula primordial, cada nutriente que me fortalecia era também um sussurro de amor e ternura.

Assim, afirmo com a serenidade dos que conhecem um amor perene: meu primeiro amor é aquele que ainda pulsa em meu peito, imutável, eterno. Mesmo que as estrelas caiam e o universo recolha seus mistérios, o amor que sinto por minha mãe resiste, impávido, inabalável por qualquer vicissitude. Esse amor é o farol que me guia, a força que me sustenta, minha verdade incontestável.


 

AUTOR WALTER BERG


WALTER BERG, (Valter Alves da Silva) Maranhense, nascido em São João do Sóter, na época município de Caxias-MA, é o quinto filho de Rosa Alves da Silva e Francisco da Silva, casado com a poeta professora Marinalva da Silva Almada, com quem tem um casal de filhos: Antonia Mariely e Juan Gabriel. Pai de Anny Rose Lima da Silva, avô de Luís Augusto. É professor mestre em Educação, poeta e escritor contemporâneo, sotense e caxiense com formação na área de Letras, especialista em Educação do Campo e Metodologia do Ensino de Língua Espanhola. Especialista em Administração, Supervisão, Inspeção e Coordenação Escolar. Atualmente é gestor pedagógico na U.I.M. Raimundo Severo Magalhães no povoado Pedras no município de São João do Sóter-MA. Tem textos publicados no Recantos das Letras. Vencedor do prêmio NOVOS POETAS 2017 da Editora Vivara. Participante coautor das Antologias “Essência Poética” um projeto de Cema Abby, “ Universo da Poetisa e poetas convidados” Vol.II de Alessandra Brander, Publicado pela COMPOSE EDIÇÕES LITERÁRIAS- Olinda Pernambuco 2019.

 

AMOR DE MÃE

 

No seio maternal encontrei repouso breve,

Onde em nove meses fui gerado,

O dia veio e a vida me recebeu de braços abertos

E em tetas suculentas encontrei o consolo.

Em tudo, o amor de Mãe.

O zelo, o carinho, a alegria

O balanço da rede, o colo, o cheiro

O banho morno, a mamadeira cheia

O riso, o andar inseguro,

O aperto de mão, as cantigas ao deitar

Por toda vida, o amor de Mãe a embalar.

Gratidão infinita

Ao Deus da vida

Que experimentou ser humano

No ventre sagrado.

E desse amor se vive e se chama

Amor de mãe!


 

AUTORA MIGUELA RABELO


Miguela Rabelo escritora de crônicas, contos e poemas, com seu primeiro livro solo de poemas: "Estações". Também é mãe atípica e professora da Educação Especial no município de Uberlândia-mg.

 

TRANSMUT-AÇÃO


Quando a vida lhe der limões,

Não exite em assim,

Aprender com as lições,

Fazendo desta fruta ácida

Uma refrescante limonada.

Adoçando com afeto,

As lágrimas amargamente

Salgadas de outrora...

Convertendo a dor

Em amor,

Temperado com sour,

E Catalisador

Para a necessária escalada.

Pois de fato,

A vantagem de estar

No fundo do poço

E que a única opção é escalar...

Por isso,

De tanto me afogar

Em lágrimas...

Me me vejo debater,

Nadar e a suar,

Na tentativa

De emerger do abismo

Ao qual fui lançada

E confinada

A perecer....

No entanto meu represar

Será meu aditivo

Para assim amadurecer

E em breve, quem sabe...

Florescer.


 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

HOJE EU QUERO TE PRESENTEAR COM UMA FLOR...


Eu amo cada forma dessas letras

Escuto essas palavras

Sentindo o poder do amor

Saídas dos teus envolventes lábios

Com intermináveis acolhidas.

Ah, como eu amo seus presentes de flores

Todas me deixam dançando em pensamentos

Despertando meus poemas

Que estão guardados

Perfumando um vestido branco

De decote insinuante.

Suas flores brilham

Como um sol florescendo sorrisos

Você, me presenteia

Com tapetes de vida florais coloridas.

Sinta em cada flor

Em cada pétala

Meus desejos de te beijar

E de te abraçar

Docemente e profundamente.


 

AUTORA MARINALVA ALMADA


Marinalva Almada é diplomada em Letras Português/Literatura e com uma pós-graduação em Alfabetização e Letramento pelo CESC/UEMA, encontrei no ensino a oportunidade de semear conhecimento e despertar amor pelas palavras. Sou professora nas redes públicas municipal e estadual. Tenho como missão transformar vidas através da educação e da leitura literária. Deleito-me com a boa música, a poesia, a natureza, os livros e as flores, elementos que refletem em mim uma personalidade multifacetada. Escrevo regularmente no Recanto das Letras, participo com frequência de concursos literários, antologias e feiras literárias. Em 2023 realizei o sonho de publicar pela Valleti Books, o livro Versificando a vida, juntamente com as amigas Cláudia Lima e Zélia Oliveira.

 

O JARDIM DA VIDA


No jardim da vida, não sabemos se somos uma flor cheirosa,

Espinhos de uma rosa,

Uma folha verde ou seca,

Uma planta em crescimento,

mas sabemos que um dia fomos sementes,

que, semeadas,

plantadas

ou levadas pelo vento, fomos fecundadas

e hoje somos gente.

Gente que sonha.

Gente que trabalha.

Gente que agrega.

Gente que cuida de gente.


 

AUTORA GABRIELY BRANDÃO


Gabriely Brandão Ramos, 28 anos, nascida em Itaguaí – Rio de Janeiro. Técnica em mecânica, poeta, participou da sétima e oitava edição da coletânea de jovens poetas na cidade de Itaguaí. Viu na escrita uma forma de expressão da arte e cultura. Escritora na antologia suspiros poéticos.

 

BERNADETE

O ano era 1929,o ano que aquela mulher tão guerreira veio ao mundo!

O dia era cinco de maio que Deus resolveu presentear a todos com a ilustre e presença dessa mulher chamada Bernadete.

Mãe de nove filhos, e carinhosamente mãe de outros que ela adotou e cuidou de todo o coração, mulher honrada e amada.

Valorosa grandiosa era a sua intimidade com Deus, o seu nome tem um grande legado e será lembrado por uma grande geração!

Talvez para poucos esse será apenas um simples texto, mas para outros ele expressará toda emoção, de toda uma vida vivida.

É com tanto orgulho vó que mesmo você não estando mais aqui nessa terra, eu posso expressar através dessas palavras e posso contar a todos que esse texto alcançar.

1% da sua história, o quanto você trabalhou, anos e anos na roça, muito sofrimento, muita luta muita dor, passou por muitos problemas de saúde, mas em todo tempo você nos ensinou a glorificar a Deus, em todo tempo seja na dor, seja na doença, seja mais dificuldade!

Jamais me esquecerei !

Que nos dias mais difíceis da sua vida você, ao invés de você estar se lamentando como qualquer outro ser humano faria mais uma vez você estava ali nos ensinando e nos dando uma lição, de como prosseguir ali você seguir a sua jornada louvando a Deus e agradecendo até pelo momento de enfermidade.

Até que um dia Deus, levou para ele a mais bela flor que havia no meu jardim, e foi compor o jardim do céu!

Serei eternamente grata, por cada sorriso seu, por cada gargalhada!

Minha amada e eterna vó Bernadete!


 

AUTORA SIMONE GONÇALVES


Simone Gonçalves, poetisa/escritora. Colaboradora no Blog da @valletibooks e presidente da Revista Cronópolis, sendo uma das organizadoras da Copa de Poesias. Lançou seu primeiro livro nesse ano de 2022: POESIAS AO LUAR - Confissões para a lua.

 

MEU DESEJO


Quero fazer amor com você

Como nunca fiz

Quero me deitar no teu corpo nu

E dedilhar cada detalhe

Dessa tentação que me alucina

Sentindo o cheiro natural da tua pele feito noite

Mas que na entrega me proporciona a luz da lua

Quero beijar-te sem pressa sob nossa dança

Te ouvindo suspirando num intenso frenesi

E no prazer que nos embala

Quero te olhar nos olhos e me enxergar

Num mergulho completo

Nas ondas que se formam entre nós dois

Quero que esse momento seja eterno

E que todas as vezes que nos encontrarmos

Tenha sempre um sabor diferente

Uma emoção sem igual

Que me ame e me leve à cada entrega 

À um portal de entrada para o paraíso

Onde toda a essência desse desejo

Seja um êxtase de um amor sem fim



 

AUTORA REGINA PRADO

IG: @regina.prado_escritora


Natural de Jundiaí, interior de São Paulo, onde vive até hoje. Despertou o interesse pela escrita desde muito cedo, porém, somente a partir de 1981, quando cursando Secretariado e participando do grupo de teatro TER (Teatro Estudantil Rosa) despertou interesse em escrever de forma mais estruturada, onde muitos dos sentimentos se transformaram em poesias. Atualmente iniciou a escrita de um novo projeto que será lançado em 2022. Mais do que nunca, a sua intenção é tocar fundo os sentimentos dos leitores, causando emoção em cada palavra.

 

DANDELION


Eternizada na delicadeza translúcida,

De beleza singela, inimaginável,

Inspiração suficiente, magnânima,

Transformando em letras o seu bailar.

Solta, livre ao cantar dos ventos,

Ondulante, lânguida, esplêndida,

Encanta ao se desprender

Sem um mínimo apego,

Para se eternizar quiçá em solo fértil,

Ou pairar ao longe, livremente.

Me fascino com essa sutileza,

Onde o que importa é a leveza,

Pois cada nosso encontro, um sopro,

Um pedido do coração à natureza!


 

AUTOR SIDNEI CAPELLA


Sidnei Capella, natural e residente em São Caetano do Sul — São Paulo. Escreve textos poéticos, contos e mensagens, participou de algumas antologias. Grande parte dos seus textos são publicados na página do Instagram que administra. Utiliza a frase criada por ele: “Inspiração me leva a escrever sobre tudo, a inspiração vem de Deus, escrevo para o meu próximo, de modo a despertar sentimentos e mexer com suas emoções.”

 

VOLUNTARIADO


Fechar os olhos por quê?

Se temos algo a fazer!

Fechar os olhos por quê?

Se temos um dever!

 

Fechar os olhos por quê?

Alguém quer comer!

Fechar os olhos por quê?

Fingindo não saber!

 

Fechar os olhos por quê?

Se a caridade é pra valer!

Fechar os olhos por quê?

Pois, quem recebe é você!

 

No tempo dedicado ao próximo;

o bem fica registrado.

E, assim, nas mãos generosas.

Fica o perfume das rosas.

 

E no domínio do tempo;

faça a vida valer a pena.

Pois, o sorriso de quem recebe é valioso!

Mas, o voluntariado é precioso!

 

Então, fechar os olhos por quê?


 

AUTORA ROBERTA PEREIRA


Roberta M F Pereira nasceu em 1986 e cresceu na cidade de Brumado, interior da Bahia. É Historiadora, Tradutora, Intérprete de Libras, Professora e Poetisa. Desde bem jovem já demonstrava seu amor e dedicação a escrita, especialmente poesias. Tem suas poesias publicadas em diversas coletâneas e no site Recanto das Letras com o pseudônimo, Betina. É autora do livro “Verdades de um Coração Ferido”.

 

DELÍRIOS DE VOCÊ

A fantasia de te ver todos os dias, me faz acordar sorrindo pelos olhos.

A Dor que perpassa pelo meu peito ao perceber que foi um sonho, não tem fim.

Fecho os olhos e novamente você aparece diante de mim como um anjo...

Não quero acordar, não me acorde, se eu abrir os olhos e não te ver, passarei o dia em tristeza.

A alegria ao pensar no reencontro, no teu abraço, no aconchego das tuas asas, são delírios, você ainda é real?


 

AUTORA LUCÉLIA SANTOS


Lucélia Santos, natural de Itabuna-Bahia, escritora, poetisa, cronista e contista e antologista. Escreve desde os 13 anos. É autora do livro "O Amor vai te abraçar" e coautora em diversas coletâneas poéticas. Seu ponto forte na escrita é falar de amor e escreve poemas e minicontos infantis.

 

LÁGRIMAS NO MAR


Diante das ondas

Do meu vasto mar

Em minha companhia

Venho me expressar

Sinto-me cansada e sozinha

Prestes a mergulhar

No âmago dos meus sentimentos

Para de fato arrancar

Toda angústia e sofrimento

Que insiste em me esmagar

Lágrimas caem gota a gota no mar

Um suspiro solto

As leva para naufragar

Agora, mais leve eu posso

Para casa voltar.


 

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page