top of page

BECO DOS POETAS Nº 55 — 02/05/2024

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Imagem criado com IA Midjourney
 

AUTOR LUIZ PRIMATI


LUIZ PRIMATI é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books. Em março lançou seu livro de Prosas Poéticas, "Melancolias Outonais" e o romance de suspense "Peter manda lembranças do paraíso" estará disponível em julho de 2024.

 

OBSERVANDO O TEMPO PASSAR

Do alto desta montanha, minha visão se perde na imensidão do horizonte, enquanto o vento dança com as folhas em um balé silencioso, sussurrando segredos das nuvens que deslizam, cobrindo o verde com um véu sombrio.

Com os olhos cravados nesse vasto mundo, penso em meu coração, fragmentado e frágil, um espelho da minha própria vulnerabilidade. O vento, incansável, acaricia meu rosto, secando as lágrimas que teimam em revelar minha dor. As nuvens, em seu deslocar lento, espelham a dissipação do nosso amor—um desvanecer triste e inelutável.

No céu, um pássaro rasga o azul com seu grito de guerra, um aviso de sua investida iminente. Identifico-me com seu clamor—preso, o grito em minha garganta, abafado pelo peso da melancolia que engasga meu pranto.

Questiono a razão da paixão, esse furor que tanto promete e tanto destrói. Por que aprender pela dor quando se entregou apenas amor? Por que para alguns a partida é feita de sorrisos, enquanto quem fica coleciona espinhos?

Algures, talvez, exista a alma que me completa, aquela destinada a mim. Pode ser que esteja distante, ou talvez já tenha me deixado para trás. Me interrogo se meu destino é lamentar até que o cansaço tome conta, para então aceitar que talvez este seja o preço por amar intensamente ou por ter ferido, ainda que sem intenção.

Agora, resta-me o silêncio, a companhia solitária da minha própria dor, enquanto o vento e as nuvens continuam sua dança etérea, indiferentes ao meu desalento.

 

AUTOR WALTER BERG


WALTER BERG, (Valter Alves da Silva) Maranhense, nascido em São João do Sóter, na época município de Caxias-MA, é o quinto filho de Rosa Alves da Silva e Francisco da Silva, casado com a poeta professora Marinalva da Silva Almada, com quem tem um casal de filhos: Antonia Mariely e Juan Gabriel. Pai de Anny Rose Lima da Silva, avô de Luís Augusto. É professor mestre em Educação, poeta e escritor contemporâneo, sotense e caxiense com formação na área de Letras, especialista em Educação do Campo e Metodologia do Ensino de Língua Espanhola. Especialista em Administração, Supervisão, Inspeção e Coordenação Escolar. Atualmente é gestor pedagógico na U.I.M. Raimundo Severo Magalhães no povoado Pedras no município de São João do Sóter-MA. Tem textos publicados no Recantos das Letras. Vencedor do prêmio NOVOS POETAS 2017 da Editora Vivara. Participante coautor das Antologias “Essência Poética” um projeto de Cema Abby, “ Universo da Poetisa e poetas convidados” Vol.II de Alessandra Brander, Publicado pela COMPOSE EDIÇÕES LITERÁRIAS- Olinda Pernambuco 2019.

 

SE TU TENS CONSCIÊNCIA

 

Se tu tens consciência, respeite tua própria natureza.

Assuma tua beleza que muitos desejariam ter.

Se tu tens consciência, respeite o negro,

Afrodescendente e toda gente

Que vive acorrentado pelo preconceito da cor.

Mas se tu tens consciência,

Assuma tua identidade

E veja seu valor.

Já que negro quando pinta,

Tem três vezes trinta.

Assim dizia meu avô.

Viver muito pra ti é mais

Dádiva do nosso Criador.


 

AUTORA MIGUELA RABELO


Miguela Rabelo escritora de crônicas, contos e poemas, com seu primeiro livro solo de poemas: "Estações". Também é mãe atípica e professora da Educação Especial no município de Uberlândia-mg.

 

DEVANEIOS OUTONAIS


Enquanto pedalo

Me padeço diante

A Beleza e melancolia

Que o céu de outono nos trás...


Nostalgia e reflexões

Diante a liberdade de passo

Do compasso

Que vejo

No meu encalço...


Porém, que por hora descalça

Prefiro tecer estórias

A enredar o tempo,

Matando nele e comigo

Aquela saudade eterna

E etérea...

Naquele abraço

E laço,

Permanecer...


Por isso sigo,

Colecionando histórias

E memórias

Que o bendito tempo

Tenta corroer...

Mas que felizmente

Ficarão tatuadas na alma

De quem com calma

Me fez viver...


 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

LONGE DE TI, NUNCA ESTAREI


Deixas infinitos dentro de mim

Em momentos que me deixo voar

Com você...

Na afetuosidade de seus olhos

Deixando no meu corpo

Ecos de borboletas e unicórnios.

Dia a dia.

Longe de ti, nunca estarei

Afasto todas as poeiras

Que encontro pelo caminho

Sigo o brilho da tua alma

E junto a ti...

Cumprirei o que sempre te prometi,

Te amar resilientemente

Ultrapassando fronteiras.

Nada me faz desistir de te amar

O nosso amor é o ápice

Das mais belas poesias

E sem planejar aconteceu

É impossível poetizar

Sem estar ao teu lado

Amando estar perto

De nossos devaneios.


 

AUTORA MARINALVA ALMADA


Marinalva Almada é diplomada em Letras Português/Literatura e com uma pós-graduação em Alfabetização e Letramento pelo CESC/UEMA, encontrei no ensino a oportunidade de semear conhecimento e despertar amor pelas palavras. Sou professora nas redes públicas municipal e estadual. Tenho como missão transformar vidas através da educação e da leitura literária. Deleito-me com a boa música, a poesia, a natureza, os livros e as flores, elementos que refletem em mim uma personalidade multifacetada. Escrevo regularmente no Recanto das Letras, participo com frequência de concursos literários, antologias e feiras literárias. Em 2023 realizei o sonho de publicar pela Valleti Books, o livro Versificando a vida, juntamente com as amigas Cláudia Lima e Zélia Oliveira.

 

TRABALHADORES E TRABALHADORAS


Obrigado(a) ao agricultor por cultivar a terra e dela tirar o nosso sustento, nosso alimento.

Obrigado(a) ao professor que transmite o conhecimento com amor.

Obrigado(a) ao pescador que desbrava o mar com coragem e bom humor.

Obrigado(a) ao médico que trata a doença com paciência.

Obrigado(a) ao técnico e ao enfermeiro que se dedicam ao paciente seja por uma noite ou um dia inteiro.

Obrigado(a) ao operário que todos os dias o sonho constrói.

Obrigado(a) ao padeiro que com amor prepara o pão quentinho de cada dia.

Obrigado(a) ao jornalista e ao jornaleiro que leva a notícia fresquinha o dia inteiro.

Obrigado(a) ao motorista que com atenção leva o passageiro.

Obrigado(a) ao dentista que trata do sorriso do brasileiro.

Obrigado(a) ao carteiro que leva a correspondência, a carta ao destino certeiro.

Obrigado(a) ao caminhoneiro que transporta o alimento, o remédio e progresso para o país inteiro.

Obrigado(a) a todos os trabalhadores e trabalhadoras que fazem deste país um lugar melhor e mais feliz.


 

AUTORA GABRIELY BRANDÃO


Gabriely Brandão Ramos, 28 anos, nascida em Itaguaí – Rio de Janeiro. Técnica em mecânica, poeta, participou da sétima e oitava edição da coletânea de jovens poetas na cidade de Itaguaí. Viu na escrita uma forma de expressão da arte e cultura. Escritora na antologia suspiros poéticos.

 

JOAQUIM

Queria tanto expressar meu eterno amor por você!

Essa saudade diária é sem fim.

E me restam apenas doces lembranças, belas recordações.

Muitas gargalhadas de todos os momentos que passamos juntos, de cada conversa sobre futebol e todas as suas histórias de vida.

Orgulho para mim é poder expressar o quão feliz eu fui vivendo todo esse tempo ao seu lado. Participando de cada festinha de aniversário seu.

Criando boas memórias de um bom avô que eu nunca tive.

Ouvindo cada gargalhada, meu orgulho de expressar todo o meu sentimento meu sentimento, através dessa poesia e dizer o quão grato eu sou por cada tempo que tiver ao seu lado pela oportunidade que tive de cuidar de você!

Você me ensinou muito, então pouco tempo.

Me ensinou que a cada dia mais nós devemos amar o nosso próximo, que devemos cuidar cada vez mais do próximo, agradeço eternamente a Deus por cada momento que eu estive ao seu lado pois ao lado dele eu aprendi, que ali Deus estava me preparando para o que eu me tornaria hoje!


 

AUTORA ZÉLIA OLIVEIRA


Natural de Fortuna/MA, reside em Caxias-MA, desde os 6 anos. É escritora, poetisa, antologista. Pós-graduada em Língua Portuguesa, pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Professora da rede pública municipal e estadual. Membro Imortal da Academia Interamericana de Escritores (cadeira 12, patronesse Jane Austen). No coração de Zélia, a poesia ocupa um lugar especial, gosta de escrever, afinal, a poesia traz leveza à vida. Publica no Recanto das Letras, participa com frequência de antologias poéticas, coletâneas, feiras e eventos literários. É organizadora e coautora do livro inspirador "Poetizando na Escola Raimunda Barbosa". Coautora do livro “Versificando a Vida”.

 

QUERO


Quero me desprender

Das amarras da ingratidão;

Quero dizer adeus

Para tamanha aflição.

 

Quantos percalços no caminho.

Muitos desertos atravessei;

As agruras desta vida

Ao teu lado vivenciei.

 

O íntimo grita por socorro,

O coração vive a doer;

Não pode mais conter

Tanto sofrer.

Os remendos na alma

Insistem em reaparecer.

 

Vivo como pássaro na gaiola;

Você minha liberdade ignora.

Quero alçar voo...

Quero urgentemente voar

E bem distante pousar.

Em outro lugar, sonhar

E recomeçar.

 

Soterrada em desilusões,

Quero sair dos escombros,

Esquecer as decepções.

 

Eu quero

Voar, sonhar,

Parar de vegetar

A vida ressignificar.


 

 

 

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page