top of page

BECO DOS POETAS Nº 51 — 11/04/2024

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Imagem criado com IAMidjourney
 

AUTOR LUIZ PRIMATI


LUIZ PRIMATI é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books. Em março lançou seu livro de Prosas Poéticas, "Melancolias Outonais" e o romance de suspense "Peter manda lembranças do paraíso" estará disponível em julho de 2024.

 

FOGO FÁTUO

Assento-me ao fogo, meu coração pulsando ao ritmo de chamas ondulantes e incertas. Elas dançam, um balé imperturbável e enigmático, sem coreografia marcada, refletindo a imprevisibilidade da minha vida. Como um coração apavorado que anseia por um amor impossível, a madeira crepita e protesta, ecoando o meu próprio desespero.

Nossa paixão, consumida em instantes, foi semelhante a um incêndio furioso, devorando tudo em seu caminho, deixando apenas cinzas de uma alma outrora vibrante. Encontro-me hipnotizado pelas chamas, como uma presa capturada pelo olhar hipnótico da serpente, absorvido por suas danças imprevisíveis, seus movimentos inesperados - a semelhança com o meu destino, incerto e cruel.

O calor que emana do fogo, esse calor que me abraça, lembra o abraço doce e ardente de um amor perdido. E eu temo o fogo. Ele sussurra de perigo, de mudança, de um futuro não desejado. 

Mas então, o vento sopra, uma brisa audaciosa, ameaçando extinguir a chama, quebrando o feitiço. Uma mensagem do universo, sussurrando suavemente no meu ouvido - não se deixe consumir por um amor só. Abrace a liberdade, libere seu coração das algemas deste fogo. Renove-se, renasça, deixe o amor viver novamente em seu peito. 

Uma tristeza melancólica me envolve, no entanto, um sopro de esperança persiste. Mesmo diante do fogo, diante do medo, existe a chance de renovação, a possibilidade de um novo começo. Deixar ir, para que possamos amar novamente.

 

AUTORA RIZZON RAMOS


RIZZON RAMOS, é alagoana da cidade de Penedo, atualmente mora em Itaguaí Costa Verde do estado do Rio de Janeiro. Escritora em verso, prosa e contos, autora de Rosas no Varal, coautores de Antologias, poeta, compositora, e apaixonada por fotografias.

 

MULHER MARAVILHA


Mulher :

Avó

Mãe

Filha


Mulher:

Atleta

Velocista

Fisioculturista


Mulher:

Triatleta

Ciclista

Maratonista


Mulher:

Vocalista

Pianista

Baterista


Mulher:

Advogada

Médica

Ministra


Mulher:

Professora

Escritora

Pensadora

Mulher Maravilha


Mulher:

Artesã

Fotógrafa

Filósofa


Mulher:

Alquimista

Dona de casa

Empreendedora


Mulher:

Copeira

Engenheira

Bibliotecária


Mulher:

Cabeleireira

Doutora

Secretária


Mulher:

Garçonete

Diretora

Arquivista


Na sua simplicidade de ser Mulher⚘️


 

AUTORA GABRIELY BRANDÃO


GABRIELY BRANDÃO RAMOS, 28 anos, nascida em Itaguaí – Rio de Janeiro. Técnica em mecânica, poeta, participou da sétima e oitava edição da coletânea de jovens poetas na cidade de Itaguaí. Viu na escrita uma forma de expressão da arte e cultura. Escritora na antologia suspiros poéticos.

 

BRUNA

É aquela amiga e irmã que sempre me incentivou.

Aquela que sempre me motivou, aquela que me mostrou que poderia sim ir mais longe.

Aquele tipo de pessoa com a luz muito boa que transmite paz para todos ao seu redor.

Aquele pessoa com o coração gigante

Com a alma pura sempre prestativa ,pronta sempre a estende a mão a quem precisa.

me orgulho do presente que ter você em minha vida .

Feliz sou eu o presente é meu me orgulho de ter com amiga companheira e irmã e pra sempre uma conselheira.


 

AUTORA MARINALVA ALMADA


MARINALVA ALMADA é diplomada em Letras Português/Literatura e com uma pós-graduação em Alfabetização e Letramento pelo CESC/UEMA, encontrou no ensino a oportunidade de semear conhecimento e despertar amor pelas palavras. É professora nas redes públicas municipal e estadual. Tem como missão transformar vidas através da educação e da leitura literária. Deleita-se com a boa música, a poesia, a natureza, os livros e as flores, elementos que refletem sua personalidade multifacetada. Escreve regularmente no Recanto das Letras, participa com frequência de concursos literários, antologias e feiras literárias. Em 2023 realizou o sonho de publicar pela Valleti Books, o livro Versificando a vida, juntamente com as amigas Cláudia Lima e Zélia Oliveira.

 

POESIA


Há poesia no brilho do olhar de cada criança que escuta uma história.


A poesia alça voo nas asas da imaginação de cada criança que lê.

 

 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.

 

NA ARQUITETURA DE MEU CORPO


Deixaste um ninho com mensagens de amor

Nas minhas curvas e retas, ele se equilibra

Sentindo o aroma da tua vida

E a tua boniteza.

Enlaçada ao teu amor

Somos dois uníssonos

Com devaneio um para o outro

Nos movemos como se fôssemos um só,

completamente absorvidos

Pelos sonhos

Que juntos sonhamos.

Eu amo cristais

Eles são majestosos como você,

que deixa centelhas de luzes divinas na minha alma

E na arquitetura de meu corpo

Sabes chegar no meu coração

Como se mergulhasse em pleno mar.

Meu corpo, ascendendo tuas vontades

Anjo de minhas energias

Amo o meu olhar

No teu olhar suave

Meu sorriso se enche

De felicidades.


 

AUTORA ZÉLIA OLIVEIRA


Natural de Fortuna/MA, reside em Caxias-MA, desde os 6 anos. É escritora, poetisa, antologista. Pós-graduada em Língua Portuguesa, pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Professora da rede pública municipal e estadual. Membro Imortal da Academia Interamericana de Escritores (cadeira 12, patronesse Jane Austen). No coração de Zélia, a poesia ocupa um lugar especial, gosta de escrever, afinal, a poesia traz leveza à vida. Publica no Recanto das Letras, participa com frequência de antologias poéticas, coletâneas, feiras e eventos literários. É organizadora e coautora do livro inspirador "Poetizando na Escola Raimunda Barbosa". Coautora do livro “Versificando a Vida”.

 

VIVER COM LEVEZA


Às vezes percorremos

Íngremes caminhos

Para construir um "ninho".

Encontramos muitos espinhos,

Outras vezes, nos sentimos sozinhos,

Querendo compreensão e carinho.

Despejam em nossa vida

Carradas de ingratidão.

Quem deveria ajudar

É quem mais causa aflição.

Não permita que as indelicadezas

Sufoquem sua gentileza

E ofusquem sua beleza.

Procure viver com leveza!

Cerque-se de quem gosta de você,

Sempre haverá um lugar

Para sonhar, recomeçar

E nas asas da esperança velejar.


 

AUTORA SIMONE GONÇALVES


Simone Gonçalves, poetisa/escritora. Colaboradora no Blog da @valletibooks e presidente da Revista Cronópolis, sendo uma das organizadoras da Copa de Poesias. Lançou seu primeiro livro nesse ano de 2022: POESIAS AO LUAR - Confissões para a lua.

 

UMA DECLARAÇÃO À LUA


És musa da noite

dama das estrelas

clareia com sua luz

o caminho dos amantes

prateada e formosa

dona da imensidão

do meu céu, és a plenitude

sou uma eterna apaixonada

tomaste conta de todo meu viver

minha doce inspiração

nas fases do amor que fizeste nascer

dentro do meu coração

trazes todo o encanto do nascer da paixão

entre olhares e desejos entre nós dois

e eu mera mortal me entrego toda

ao seu feitiço lunar

a cada sonho que permite ir ao encontro

daquele que nasceste para meu amor ofertar.


 

AUTORA LUCÉLIA SANTOS


LUCÉLIA SANTOS, natural de Itabuna-Bahia, escritora, poetisa, cronista e contista e antologista. Escreve desde os 13 anos. É autora do livro "O Amor vai te abraçar" e coautora em diversas coletâneas poéticas. Seu ponto forte na escrita é falar de amor e escreve poemas e minicontos infantis.

 

VERSOS TRISTES


Perco-me mergulhada em uma imensa dor

Os que me veem sorrir mal sabem o que sinto

A tristeza profunda certo dia me visitou

Tornando minha mente confusa, um labirinto

Tornei-me uma mulher angustiada e pavorosa

Um frio toma conta de mim, gela o meu corpo

Devaneios sombrios deixa-me ansiosa

Tortura infinda, e a palidez beijou meu rosto

Intento gritar para o mundo que sinto-me assim

Ouço seus passos, oh tristura atrás de mim!

Em pelejo finda a minha vontade de viver

A mágoa, a dor, o tédio, nunca cessam

A desnudar-me para o mundo confessam

O que nesses versos tristes, estou a dizer.


 

AUTORA LU NASCIMENTO


LU NASCIMENTO, 37 anos, paulista, publicou seu primeiro e tão sonhado livro, em dezembro de 2023, " O pôr do sol e outras coisas que se parecem com você", uma prosa poética que celebra o amor e a admiração. Participou da antologia "A poesia delas" que homenageia mulheres e sua existência. - Só a ideia de ser escritora já era fascinante, agora ser lida e poder representar sentimentos através da minha própria literatura, está sendo surreal.

 

A VIDA SECRETA DOS POETAS


A intensidade de suas percepções

Latentes na alma

Aflora diante de qualquer estímulo.

Uma vez que nasce um poeta

As palavras mornas morrem no vocabulário.

Poemas podem injetar substâncias excitantes

A adrenalina secretada pela poesia

É necessária, urgente e libertadora

Cura o analfabetismo poético

Com algumas doses por dia

Desse estimulante.

A linguagem eloquente

Tem o poder de transportar

Para outra dimensão

Os espíritos adormecidos

Que quase hipnotizados

Com a destreza

Dos que sabem dominar

A dança das letras,

Adentram o microscópico

Grande planeta dos detalhes.

Acordados, leitores podem sonhar.

Poetas tem tesão pelas estrelas que explodem

Quando os poéticos despertam.

E na mente brilhante deles,

Histórias resgatam sentimentos

Dos tempos das cartas

A beleza personifica

A dor é uma roupa que se ajusta a todo corpo.

A saudade, uma trilha sonora

E a paixão é a rainha das emoções

Sentada no banco dos réus

Esperando absolvição

Sabendo que não terá.

Versos ganham batidas cardíacas.

Para eles, o universo seria um palco

A platéia descobriria um universo dentro de si.

A solitude, o amor e a melancolia

São assuntos recorrentes

Presentes no calor das poesias.

Seres com poderes mágicos de levitar,

Eles promovem o arrebatamento.

Os poetas tem mania despretensiosa

De te tirar de órbita

Às vezes um texto é só uma música

Que eles inventaram

E você vai girar em torno dela

Como se tivesse sido escrita para você.

A lágrima deles

Vai representar a sua.

Seus gestos, desenham imaginações.

Eles têm ambientes de estimação

A lua é um deles

Preferem os mais flutuantes.

Para compor, eles saem do sofá

E se misturam com as estrelas.

Enquanto o amor costurado por eles

Constroem pontes

E chega sem fronteiras aos corações

Eles vão tecendo um arco íris

para colorir, o próprio.

E não é só um texto lírico,

A poesia, instrumento deles

Pode ser uma coisa guardada,

Soterrada, empoeirada em sótãos

Ou talvez reprimida,

Finalmente libertada.


 

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page