top of page

BECO DOS POETAS Nº 30 — 29/09/2022

Grandes textos, grandes poesias! Leiam, comentem, compartilhem!


Luiz Primati

Foto de Pixabay: https://www.pexels.com/pt-br/foto/flor-margarida-branca-67857/
 

AUTOR ELENILDO FERREIRA


Elenildo Ferreira da Silva é natural da cidade de Flores - PE, escritor e desenhista no início dos seus 18 anos, costuma se aventurar no mundo literário, mundo esse onde a imaginação é a mandante. Autor da obra "ESPERO QUE UMA CHAMA BRILHE NOVAMENTE" e de futuros novos projetos.
 

VIVO POR DOIS CORPOS


Eu te vivo, sei que meu coração bombeia sangue para meu corpo, mas acredito que ele vive por ti, sei disso, pois quando existe um você circulando e sorrindo em minha mente, ele faz questão de querer pular para fora do meu corpo, penso eu que se você é meu ponto fraco e também uma pergunta, acredito que a resposta seria você mesma, pois o fato de apenas segurar minha mão fala por tudo.


Quando te beijo o meu corpo perde o rumo, acontece de o chão se tornar um lamaçal, fico preso naquele momento, talvez eu afunde e fique encaminhado ao fim, mas enquanto você estiver com os lábios nos meus a morte é só uma questão futura...


Que venha, pois o agora está bem vivido, meu coração bate por mim e também faz o mesmo por você, é loucura demais viver por dois corpos e querer um amor entre duas almas.


Minha mente não processa a questão do querer, talvez eu volte a ser criança por questão de momentos, eu fico cheio de vontade e perco a noção do tempo quando te tenho, te peço atenção e carinho, por consequência quem sabe algo mais…


Eu vivo intensamente, eu vivo pelo agrado do meu amor, eu vivo para cair nas graças do teu beijo e no esquecimento de toda dor.


 

AUTORA LUCÉLIA SANTOS


Lucélia Santos, natural de Itabuna-Bahia, com residência em Brumado-Bahia. Escritora, poetisa, cronista, contista, antologista, escreve desde os 13 anos. É membro acadêmico correspondente da Academia Internacional de Literatura Brasileira, AIBL. "FOCUS BRASIL". Sempre buscou na escrita um jeito de expor seus pensamentos e sentimentos e mergulhar em sonhos e emoções, o romantismo toma conta das linhas dos seus cadernos. No colégio, sempre se destacou em literatura e redação. No intervalo das aulas, se a quisessem encontrar, teriam que ir até à biblioteca. Publica seus escritos no site Recanto das Letras, como Lucélia Love, e no Instagram como @poetisafalandodeamor, é colaboradora do blog da @ValletiBooks e tem trabalhos publicados em diversas coletâneas poéticas. E agora é autora do livro "O Amor vai te abraçar"

 

MEMORÁVEL PRIMAVERA


Oh belíssima primavera!

O meu coração tu floresces

À medida que teus encantos aparecem

O meu olhar está à sua espera


Chegou a bela estação

Com tal cheiro acolhedor

Consigo trouxe raros botões do amor

Soltamos suspiros, oh doce sensação!


São tantas fragrâncias e beleza

Tantas cores e modelos

És apaixonante por inteiro

Exagero em delicadeza


És exageradamente afável

Para mim inspiração em poesia

Destacando-se com plena maestria

Por todos, admirada, memorável…


 

AUTORA SIMONE GONÇALVES


Simone Gonçalves, poetisa/escritora. Colaboradora no Blog da @valletibooks e presidente da Revista Cronópolis, sendo uma das organizadoras da Copa de Poesias. Lançou seu primeiro livro nesse ano de 2022: POESIAS AO LUAR - Confissões para a lua.

 

AUSÊNCIA


Eu me perco na ausência do teu olhar

Nessa solidão que insiste em me acompanhar

Noites longas sem o encanto da lua

Já nem sei mais o que é sonhar

Um vazio persiste em me sufocar

Na saudade que faz os meus dias

Ficarem cinzentos e frios...

Sua falta me tortura em lágrimas

Não ter seu corpo junto ao meu

Me distancia mais e mais da alegria do sorrir

O amargo na boca no lugar da doçura dos seus beijos… ah! Já nem sei mais como superar

Sem sentido vou caminhando em passos lentos

Imaginando… mesmo em noites mal dormidas e ainda sentindo um pouco de esperança

Ainda querendo acreditar que um dia

Irá voltar para mim


 

AUTORA REGINA PRADO


Natural de Jundiaí, interior de São Paulo, onde vive até hoje. Despertou o interesse pela escrita desde muito cedo, porém, somente a partir de 1981, quando cursando Secretariado e participando do grupo de teatro TER (Teatro Estudantil Rosa) despertou interesse em escrever de forma mais estruturada, onde muitos dos sentimentos se transformaram em poesias. Atualmente iniciou a escrita de um novo projeto que será lançado em 2022. Mais do que nunca, a sua intenção é tocar fundo os sentimentos dos leitores, causando emoção em cada palavra.

 

PASSADO


Talvez não tenha palavras,

Nem ao menos atitudes,

Algo cala internamente,

Quando se busca plenitude.

Porém, sem perceber,

Aflora do nada, sem buscar,

No peito internalizado, perene,

Invadindo lentamente meu pensar.

Então, gentil e delicadamente,

Procuro me atentar a esse fato,

Percebo, recebo e me despeço,

Obrigada! Gratidão,

Meu Passado!


 

AUTORA MIGUELA RABELO


Miguela Rabelo escritora de crônicas, contos e poemas, com seu primeiro livro solo de poemas: "Estações". Também é mãe atípica e professora da Educação Especial no município de Uberlândia-mg.

 

RENOVAÇÃO


Com uma brisa quente de céu nublado,

Assim despretensiosamente

Mais uma primavera invade

Nossas vidas com seu perfume

Permeado de cores,

Formas, calor e amores...


Daqueles que podem durar

Algumas estações a reprisar...

E outros que findam

Em rotações curtas dos ponteiros

A badalar o despertar

Da hora derradeira de voltar...


Porém,

Ela vem nos lembrar

Que apesar do inverno cruel

A castigar...

Retorna para adornar

Nossa estada com sua beleza perene

A aquecer afetos sinceros

E renovar com sua chuva

Emoções puídas

Por sentimentos amargos

E mal passados que teimamos

A contragosto...

Colecionar nas voltas recorrentes

Desta montanha-russa

Que somos convidados nos arriscar.


 

AUTOR SIDNEI CAPELLA


Sidnei Capella, natural e residente em São Caetano do Sul — São Paulo, Graduado em Administração. Escrevendo e publicando poesias e contos nos cadernos semanais da Editora Valleti Books. Participou da II copa de poesias da revista Cronópolis, em janeiro de 2022. Escreve textos poéticos, contos e mensagens, grande parte dos seus textos são publicados na página do Instagram que administra. Utiliza a frase criada por ele: “Inspiração me leva a escrever sobre tudo, a inspiração vem de Deus, escrevo para o meu próximo, de modo a despertar sentimentos e mexer com suas emoções.”

 

ADORMECIDA


Será que ela está nos braços de Morfeu?

Ou será que ela me esqueceu?

O amor dela por mim, faleceu!

Um novo dia amanheceu.

Agora só restou eu.

As lágrimas rolaram e o coração doeu.

Anoiteceu, contarei as estrelas do céu,

sentindo saudades dos beijos de mel.

Devaneei na imensidão do universo!

Suplicarei para as forças do invisível,

trazer do sono profundo, a minha doce mulher,

com toda a paixão,

ao destino certo do meu coração.


 

AUTORA WANDA ROP


Wanda Rop, paulista, residente em Porto Velho-RO, antologista, poetisa, escritora, Formação Curso Superior de Filosofia, graduanda do último semestre do Curso Superior História, Pós-Graduada em Estudos Linguísticos e Literários, Docência Do Ensino Sup/Neuropsicologia; Gestão Escolar e MBA Executivo em Negócios Imobiliários e Turismo. Acadêmica da A.I.S.L.A, A.L.S.P.A, FEBACLA, AILB, AIML e Membra Fundadora da ABHL, Autora do Livro “Paixões e Poemas de uma mulher intensa” e “TEMPO DE AMAR”.

 

REENCONTRO


Fito a beleza do mais sereno olhar

Reencontro a mulher que me ensinou a amar

Encanto-me com a ternura do seu rosto belo

Nossos corpos, apavorantemente, tão perto


Seus dourados cabelos que reluzem ao luar

Incitando-me ao mais profundo desejar

Inalar teu perfume é sonhar acordado

Seu corpo enlaçado no calor do meu abraço


Provar teu sabor é deliciar a mais nobre iguaria

Distante dos seus carinhos, enlouqueceria

Curvo-me, apaixonadamente, ante seu esplendor

Sentimentos machucam meu frágil interior


O universo testemunha nosso momento

Na penumbra do quarto, beijos intensos

Ferozmente, retiro a seda fina que cobre seu corpo


Ardemos em delírios lascivos e loucos


 

AUTOR JOSÉ JUCA P SOUZA


José Juca P Souza, professor, ator, psicopedagogo, analista de sistema, ambos por formação acadêmica… Desde pequeno imbuído nas artes, com o desenho. Como profissional, agente administrativo no Ministério da Agricultura, técnico em edificações na Companhia Energética de Brasília. Assim segue, vendedor de tudo na infância (“triste realidade”), almoxarife, gerente lojista… Em seguida, veio o teatro, com poucas temporadas, lecionou artes na escola pública do DF, estando até hoje, trabalhando com informática, afastado de sala de aula… Embora escreva desde criança, com textos engavetados… Se reconhece poeta em um concurso para novos poetas, em 2019, classificado e publicado em uma determinada editora. Hoje providencia seu primeiro livro.

 

PAIXÃO, ENFIM!


Rima pobre Rima rica Poeta ou PensaDor Metáforas ElipsePleonasmoZeugma VidaPoesia Não quero que tristeza sintas M… Que sintas dor Não há quero longe Nem deixá-la tão pouco Sonhos tenho De amante... Amar ViverVerCuidarTeAmar VerViverOQueSou VerViverOQueÉs Coração pleno Realizar Olhar Simplesmente A flor-do-campo Tua pele Teu brilho Teu encanto Teu calor E se assim comigo não podes estar AmizadeDescartoCartoToTo… Esta que me és muito cara e rara Para assim não cultivar Este olhar Este sorriso Este brilho a me encantar Esquecer Que estás em mim E... Com a não visão Do ser de contemplação Castrar o amor A paixão enfim Dentro de mim


 

AUTORA STELLA_GASPAR


Natural de João Pessoa - Paraíba. Pedagoga. Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Mestre em Educação. Doutora em Educação. Pós-doutorado em Educação. Escritora e poetisa. Autora do livro “Um amor em poesias como uma Flor de Lótus”. Autora de livros Técnicos e Didáticos na área das Ciências Humanas. Coautora de várias Antologias. Colunista do Blog da Editora Valleti Books. Colunista da Revista Internacional The Bard. Apaixonada pelas letras e livros encontrou na poesia uma forma de expressar sentimentos. A força do amor e as flores são suas grandes inspirações.
 

PRIMAVERA, QUE ESTAÇÃO MAIS BELA!


Primavera como um coração valente

Nascido em brotos de amor

Leve e doce

Primavera tão bela

Tão forte e verdadeira

Uma conexão com o outono

Estações do ano

Tão próximas a mim e a ti

Em um mundo florido

Também tão Frutal

Primavera sorridente

Durmo com teus afetos

Com grandes paixões

Que se enlaça em mim.


Tão carinhoso é o teu amor

Escuto os sons das carícias

De tuas felicidades

Seja na primavera ou no outono

Eu não deixo de te amar

Parece que tenho um oceano

Que virou um mar de flores

Coroando-me para ser a tua rainha

Dia após dia

Flor com flor

Dedico toda essa poesia

Para ti

Meu amor!


 

AUTORA ROBERTA PEREIRA


Roberta M F Pereira nasceu em 1986 e cresceu na cidade de Brumado, interior da Bahia. É Historiadora, Tradutora, Intérprete de Libras, Professora e Poetisa. Desde bem jovem já demonstrava seu amor e dedicação a escrita, especialmente poesias. Tem suas poesias publicadas em diversas coletâneas e no site Recanto das Letras com o pseudônimo, Betina. É autora do livro “Verdades de um Coração Ferido”.

 

ANSIEDADE


Ela me sufoca,

Me faz afogar em lágrimas

Muitas vezes me deixando no chão

O que fazer para não ficar sem reação?


É um sentir que não se sabe,

Uma dor que arrasa o coração

São pensamentos que não se calam

Causando sofrimento e aflição


Quando ela chega é sem avisar

Não bate na porta, não pede para entrar

Por favor, você pode parar de me importunar?


Todo mundo acha que sabe,

A maioria acha que sente,

Mas seu coração bate descompensado

Quase que parando igual ao da gente?


 

AUTOR LUIZ PRIMATI


Luiz Primati é escritor de vários gêneros literários, no entanto, seu primeiro livro foi infantil: "REVOLUÇÃO NA MATA", publicado pela Amazon/2018. Depois escreveu romances, crônicas e contos. Hoje é editor na Valleti Books e retorna para o tema da infância com histórias para crianças de 3 a 6 anos e assim as mães terão novas histórias para ler para seus filhos.
 

PRIMAVERA


Quando os dias esquentam, após o rigoroso inverno, tiro a poeira da minha bike e lanço-a nas ruas. É hora que explorar as matas em busca da vida que brota das árvores e plantas.


Abelhas zunindo passam por mim em direção à mata. Devem ter detectado o perfume das flores que anunciam a chegada da primavera.


Não longe dali avisto ipês-amarelos, enfileirados, tingindo a paisagem com sua cor característica. Admiro a cena que encanta meus olhos e sei que amanhã o chão estará coberto pelas flores, como se um tapete se estendesse à minha frente para que meus pés as toquem. Os galhos do ipê estarão desnudos, pois o espetáculo que a natureza nos proporciona deve ser vista por olhos singelos, atentos.


Viva a primavera!


 


34 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1件のコメント


Stella Gaspar
Stella Gaspar
2022年9月29日

É primavera que nossas poesias se encontram nesse ar de mar e amor primaveril. Bom dia, lindos dias amigos poetas e poetisas! 🌺🌷🎉

いいね!
bottom of page